IMAGEM FORTE: Golpes de Amanda Nunes abrem ‘cratera’ no rosto de Julianna Peña no UFC 277

Vítima da ‘Leoa’, venezuelana deixa octógono com grande corte na testa; brasileira recuperou cinturão na decisão dos juízes

A. Nunes derrotou J. Peña no UFC 277. Foto: Reprodução/Instagram

Vítima da agressividade de Amanda Nunes, Julianna Peña carregará as marcas da batalha do UFC 277 por algum tempo. Adversária da lenda brasileira na luta principal deste sábado (30), em Dallas (EUA), a venezuelana deixou o octógono com um grande corte na testa, resultado dos ataques precisos da baiana. No confronto, a tupiniquim venceu na decisão dos juízes e recuperou o cinturão dos galos (até 61,2kg.) perdido no fim de 2021.

PUBLICIDADE:

Embora tenha saído do embate com o rosto danificado, Peña entregou um grande desafio à Nunes. Ao longo de cinco rounds, a venezuelana mostrou perigo em seu jiu-jitsu defensivo e assustou com tentativas de finalização.

Veja Também

Lenda do MMA, Amanda voltou a convencer dentro do octógono. Cerca de sete meses após a derrota histórica no UFC 269, a brasileira teve performance segura e, por vezes, chegou perto de nocautear a adversária.

PUBLICIDADE:

Com a vitória, Nunes volta ao topo da categoria que liderou entre 2016 e 2021. Além do triunfo, a brasileira retoma a condição de duplo campeã, sendo que a baiana também ostenta o título no peso pena (até 65,7kg.) da empresa.

Veja como ficou o rosto de Julianna Peña após o UFC 277

J. Peña foi derrotada por A. Nunes no UFC 277. Foto: Reprodução/Instagram

J. Peña sofre corte profundo em revanche contra A. Nunes no UFC 277. Foto: Reprodução/Instagram

PUBLICIDADE:

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC