Ex-campeão do UFC diz que não vê motivos para realização de trilogia entre Amanda Nunes e Julianna Peña

Segundo Michael Bisping, a Leoa mostrou no UFC 277 que é uma lutadora superior à sua rival e que não há necessidade de um terceiro duelo entre elas

J. Peña (esq.) e A. Nunes (dir.) fazem encarada tensa antes do UFC 277. Foto: Reprodução/Instagram

Após Amanda Nunes derrotar Julianna Peña e vingar o revés sofrido em dezembro de 2021, a norte-americana pediu ao UFC pela realização da trilogia contra a dona do cinturão dos galos (até 61,2kg) . Entretanto, de acordo com o ex-campeão dos médios (até 83,9kg) Michael Bisping, não há a necessidade de uma terceira luta, visto que a ‘Leoa’ provou no último sábado (30), que é uma atleta altamente superior a ‘Megera Venezeluana’.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Acho que não veremos nada diferente, uma performance diferente (em uma nova luta). Acho que Nunes é a melhor lutadora. Acho que ficou claro. Isso ficou claro no primeiro round da primeira luta, também. Ela se cansou, e isso não é culpa de Julianna Peña. Você não pode tirar o desempenho dela (Peña) porque seu oponente se cansou. Mas acho que vimos claramente que ela é a melhor lutadora”, disse Bisping ao seu canal no Youtube.

Julianna Peña chocou o mundo no UFC 269, em dezembro de 2021, ao finalizar Amanda Nunes e interromper o reinado da brasileira na divisão dos galos, que durava desde 2016. Porém, no UFC 277, que aconteceu no último sábado (30), a Leoa apresentou uma atuação irretocável e ‘deu o troco’ na ‘Megera Venezuelana’ ao vencer na decisão unânime dos juízes e retomar o trono da categoria.

PUBLICIDADE:

Podcast #74: O Adeus trágico a Leandro Lo +Derrotas brasileiras no UFC Vegas 59



Resultados do UFC San Diego Resultados da PFL 8 2022 Principais destaques do UFC San Diego Principais destaques da PFL 8 2022 Ranking dos meio-pesados do UFC