Hendricks leva suspensão médica mais longa que GSP após UFC 167

Devido a um problema detectado em seu joelho direito, norte-americano poderá ficar seis meses sem lutar

Hendricks (esquerda) foi derrotado por GSP no UFC 167. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Hendricks (esquerda) foi derrotado por GSP no UFC 167. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Definitivamente, o UFC 167 não foi um evento em que Johny Hendricks teve sorte. Além de ter sido derrotado por Georges St. Pierre em uma polêmica decisão dividida dos juízes, o barbudo norte-americano recebeu uma suspensão médica de seis meses, período no qual deverá ficar sem lutar.

Devido a um problema detectado em seu joelho direito após a luta, Hendricks deverá ficar afastado do octógono até o dia 17 de maio de 2014. No entanto, ele poderá ser liberado para os combates no dia 17 de dezembro caso mostre exames médicos que comprovem a recuperação da lesão. Ainda assim, Hendricks deverá ficar sem contato físico até o dia 8 de dezembro.

O campeão dos meio-médios, Georges St. Pierre, que saiu com o rosto bastante machucado do combate contra Hendricks, deverá ficar sem contato físico até o dia 17 do próximo mês. Contudo, o canadense estaria liberado para lutar a partir do dia 1º de janeiro, embora o próprio lutador tenha mostrado desejo de ficar longe das lutas por um tempo mais longo. Chael Sonnen, derrotado por Rashad Evans no co-evento principal, recebeu suspensão similar.

Confira a lista de suspensões médicas do UFC 167. Os atletas que não aparecem na lista já estão liberados imediatamente para lutar.

Georges St. PierreSem lutar até 1º de janeiro, sem contato físico até 17 de dezembro.

Johnny Hendricks: Sem lutar até 17 de maio (poderá ser liberado em 17 de dezembro caso mostre exames médicos em seu joelho direito), sem contato físico até 8 de dezembro.

Chael Sonnen: Sem lutar até 1º de janeiro, sem contato físico até 17 de dezembro.

Rory MacDonald: Sem lutar até 17 de dezembro, sem contato físico até 8 de dezembro.

Josh Koscheck: Sem lutar até 1º de janeiro, sem contato físico até 17 de dezembro.

Ali Bagautinov: Sem lutar até 17 de maio (poderá ser liberado em 17 de dezembro caso mostre exames médicos em seu pé esquerdo), sem contato físico até 8 de dezembro.

Evan DunhamSem lutar até 1º de janeiro, sem contato físico até 17 de dezembro.

Rick Story: Sem lutar até 1º de janeiro, sem contato físico até 17 de dezembro.

Erik Pérez: Sem lutar até 17 de dezembro, sem contato físico até 8 de dezembro.

Gian Villante: Sem lutar até 17 de maio (poderá ser liberado antes caso mostre exames médicos em suas duas mãos)

Cody Donovan: Sem lutar até 17 de maio (poderá ser liberado em 17 de dezembro caso mostre exames médicos em sua mão direita), sem contato físico até 8 de dezembro.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments