Lutador banido do TUF 18 diz que adoraria dar uma surra em Barack Obama

Cody Bollinger criticou o presidente norte-americano em seu perfil no Facebook

C. Bollinger em foto estilizada no seu Facebook. Foto: Reprodução/Facebook

C. Bollinger em foto estilizada no seu Facebook. Foto: Reprodução/Facebook

É comum ver cidadãos irritados com os governantes, mas o ex-participante do TUF 18 Cody Bollinger pode ter problemas por manifestar seu descontamento. Isso porque Bollinger usou seu Facebook para criticar o presidente norte-americano Barack Obama e disse que adoraria dar uma surra no chefe de Estado, o que pode ser enquadrado como ameaça.

“Obama é contra o cristianismo e honra o Islã. Estou ficando enjoado desse fanatismo. Eu não me importaria de dar uma surra nele uma vez. Continue assim, Obama”, escreveu Bollinger em seu perfil na rede social. O episódio pode trazer problemas para o lutador, já que algo semelhante aconteceu com o ex-atleta do Ultimate Jacob Volkmann. Após desafiar Obama para uma luta depois do UFC 125, Volkmann foi “convidado” a fazer uma visita ao serviço secreto dos Estados Unidos.

Se Cody Bollinger tem se envolvido em polêmicas no Facebook, sua passagem por TUF 18 não foi diferente. Primeira escolha masculina do reality show e uma das grandes apostas da treinadora Miesha Tate, Bollinger não bateu o peso para sua luta contra Anthony Gutierrez e foi sumariamente banido do programa, ainda durante as gravações. Agora, o peso galo aguarda por sua estreia no evento WSOF.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments