Hendricks culpa bandagens por lesão na luta contra GSP: ‘Tive que controlar a força’

Lutador revelou que teve que soltar golpes apenas com 70% da força e isso prejudicou seu desempenho

Hendricks (esquerda) foi derrotado por GSP no UFC 167. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Hendricks (esquerda) foi derrotado por GSP no UFC 167. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

O combate entre Georges St. PierreJohny Hendricks no UFC 167 ainda gera polêmica. Depois de perder em uma controversa decisão dos juízes, o norte-americano revelou que não conseguiu soltar 100% de sua potência nos socos. Agora, ele citou as bandagens como maior dificuldade para não conseguir colocar todo seu poder de nocaute em GSP.

“Normalmente eu peço para que as ataduras sejam feitas bem apertadas, e dessa vez eu não pedi. Fiquei calado. É culpa minha, problema meu. Não conseguia bater tão forte quanto estou acostumado”, disse Hendricks, ao site do jornal ‘Dallas News’. O lutador ainda revelou que as bandagens não tão apertadas provocaram uma lesão em seus punhos.

” Foi isso que causou as lesões nas minhas mãos. Quanto mais elas se lesionavam, mais me incomodavam e melhor ele se sentia. Então tive que controlar a força, mas mesmo atacando com 70% da minha força, as mãos ainda doiam. Espere quando eu estiver com as ataduras feitas corretamente. Isso só aumenta a minha confiança, porque mesmo do jeito que eu estava, venci o melhor lutador peso por peso do mundo. Eu vou voltar ainda mais forte”, completou.

O combate entre Georges St. PierreJohny Hendricks foi a atração principal do UFC 167, evento realizado no último dia 16 em Las Vegas. No duelo, muito disputado no princípio ao fim, GSP levou a melhor na decisão dividida dos juízes. Mas muitos fás e até Dana White, presidente da franquia, discordaram da decisão dos julgadores.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments