Por conta de lesão, Pettis deverá ficar oito meses afastado, diz técnico

Campeão dos leves machucou o seu joelho durante treinamento e deverá passar por cirurgia no próximo mês, revela Duke Roufus

A.Pettis. Foto: Josh Hedges/UFC

A.Pettis. Foto: Josh Hedges/UFC

Duke Roufus, treinador de Anthony Pettis, revelou que o seu atleta deverá ficar afastado das lutas por aproximadamente oito meses devido a uma lesão sofrida no joelho.

O campeão dos leves estava escalado para fazer sua primeira defesa contra Josh Thomson, no dia 14 de dezembro, mas desistiu do combate após romper o ligamento cruzado posterior do joelho. Assim, a luta foi cancelada e Thomson enfrentará o ex-campeão Ben Henderson, em 25 de janeiro.

Pettis, que havia machucado o local justamente no combate contra Henderson, viu a situação se agravar durante um treinamento. “Anthony defendeu um chute baixo [durante a luta contra Henderson] e isso deslocou o seu joelho. Ele fez fisioterapia e isso parecia que seria o suficiente para a recuperação, mas, infelizmente, ele sofreu outro chute nos treinos e o joelho começou a incomodá-lo”, revelou Roufus, em entrevista ao site norte-americano MMA Mania.

“Ele foi examinado e terá de fazer cirurgia, que será no dia 12 de dezembro. Levará três meses para que a gente possa começar a fazer algo. Eu diria que em uma janela de oito meses ele poderá lutar”, encerrou o treinador.

Assim, a categoria dos leves deverá ficar sem desafiantes pelo menos até julho de 2014. Apesar disso, o presidente do UFC, Dana White, afirmou recentemente que não pretende criar um cinturão interino, como fez, por exemplo, na categoria dos galos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
pedro tomaz
pedro tomaz
6 anos atrás

Jose Aldo lhe espera!