Muñoz admite que não estava preparado psicologicamente para luta com Lyoto

‘Para mim, foi muito difícil lutar com alguém com quem treinava apenas duas semanas antes’, confessa o lutador

Lyoto e Munoz jantam após luta principal no UFC Fight Night 30. Foto: Reprodução / Instagram

Lyoto e Munoz jantam após luta principal no UFC Fight Night 30. Foto: Reprodução / Instagram

Mark Muñoz admitiu que não estava psicologicamente preparado para enfrentar Lyoto Machida, seu antigo companheiro de treinos. O norte-americano, filho de pais filipinos, estava escalado para enfrentar Michael Bisping no UFC Fight Night 30, na Inglaterra, mas viu seu oponente sair do evento por conta de uma lesão.

Assim, para substituir o inglês, o UFC escalou Machida, que venceu por nocaute logo no primeiro round. Em entrevista à revista norte-americana FIGHT!, Muñoz confessou não ter se sentido confortável com a situação, já que ele e Lyoto treinavam juntos pouco antes. “Agora que já aconteceu, sei no que preciso trabalhar. Não é muito na parte física, mas sim na mental. Para mim, foi muito difícil lutar com alguém com quem treinava apenas duas semanas antes”, declarou. “Aprendi muito nesse processo. Eu apenas preciso ser capaz de virar a chave. Foi estranho ver os meus treinadores no córner dele.”

Apesar de admitir a estranheza, Muñoz reconheceu a superioridade de Machida. “Ele acertou o chute. Algumas derrotas minhas vieram através de chutes, então eu preciso aprender com isso”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments