Anderson diz respeitar GSP por decisão de se afastar das lutas

‘Cada um sabe o que está passando e qual é o momento certo’, comenta ex-campeão dos médios

Foto: Josh Hedges/UFC

Foto: Josh Hedges/UFC

A decisão de Georges St. Pierre em abrir mão de seu cinturão e se afastar das lutas por tempo indeterminado ganhou apoio de dois dos principais lutadores do UFC. Anderson Silva, ex-campeão dos médios e recordista de defesas título na organização, declarou respeitar o canadense por ter tido a coragem de tomar tal medida.

Em entrevista coletiva do UFC por telefone, “Spider” disse que o lutador é o único capaz de decidir o seu futuro profissional. “Acho que cada um sabe o que está passando e qual é o momento certo. Tenho que respeitar Georges St. Pierre por tudo o que ele fez no esporte. Se ele acha que é o momento certo, temos que respeitá-lo”, comentou o ex-campeão.

Ronda Rousey, campeã da categoria galo feminino, destacou o nível de pressão que um lutador passa toda vez que sobe ao octógono. “Se você usa a luta como um meio de vida, você luta pela sua vida toda vez que sobe ao octógono. É uma situação de estresse. A pior coisa que pode acontecer não é você ser demitido, mas sim você se machucar fisicamente, ou ter o seu lado psicológico danificado. Você encara estresse a todo momento”, apontou a lutadora.

“Georges acabou de bater o recorde de tempo gasto no octógono. Então, quem pode culpá-lo por ele se sentir como se sentia? Se ele quisesse lutar mais, ótimo, que lute. Mas, se ele acha que está acabado, tudo bem. Vá descansar, você merece. Você não precisa mais arriscar sua vida”, acrescentou a campeã.

Anderson Silva e Ronda Rousey são destaques do último evento do UFC que será realizado em 2013. O primeiro enfrenta Chris Weidman para tentar recuperar o cinturão dos médios, enquanto que a segunda defende seu título contra Miesha Tate.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments