Tate espera surpreender Rousey: ‘Vou fazer algo diferente de tudo que já fizeram’

Desafiante, que já enfrentou a rival anteriormente, afirmou que identificou brechas no jogo da campeã

M. Tate (dir.) encara R. Rousey (esq.) no UFC 168. Foto: Josh Hedges/UFC

M. Tate (dir.) encara R. Rousey (esq.) no UFC 168. Foto: Josh Hedges/UFC

Já derrotada pela atual campeã da categoria peso galo feminina em luta realizada no extinto Strikeforce, a desafiante Miesha Tate espera surpreender Ronda Rousey no reencontro entre as duas no dia 28 de dezembro, na luta co-principal do UFC 168. Tate, que foi treinadora do TUF 18 ao lado de Rousey, revelou que encontrou brechas no jogo da ex-judoca e prometeu uma estratégia inédita para tentar bater a invicta rival.

“Existem muitas fraquezas no jogo dela. Muitas pessoas acham que a Ronda é invencível, mas eu não vejo dessa maneira. Eu vejo muitos buracos no jogo dela, e vejo muitos jeitos de explorar isso. Não é porque nunca aconteceu antes que não vai acontecer logo. Eu vou fazer algo diferente de tudo que já fizeram em 28 de dezembro. Existem brechas ali, vocês viram, eu vi. Não precisa de explicação, elas estão lá para serem aproveitadas”, disse Tate durante teleconferência de imprensa nesta terça-feira (17).

Para a desafiante, o fato de ambas não se gostarem serve como motivação para a luta. Na opinião de Tate, um combate de cinco rounds não seria interessante. Sua vontade, assim como a de Ronda, é finalizar este combate o quanto antes. “Eu não quero apenas vencer, eu quero decidir essa luta. Acho que ela se sente da mesma maneira, e é por isso que eu sei que vai ser uma luta inacreditável. Todos os dias, quando começo a treinar, sei que estamos lutando por um objetivo em comum. Nós queremos dar uma surra uma na outra, queremos um nocaute ou finalização, não uma decisão. Estou motivada”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments