Exame encontra traços de drogas no sangue de Shane del Rosário

Lutador do UFC faleceu no último dia 9 vítima de complicações cardíacas

Del Rosario (foto) segue internado nos Estados Unidos. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Del Rosario (foto) tinha traços de drogas no sangue. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

O falecimento de Shane Del Rosário ganhou mais um capítulo neste final de semana. O peso pesado, que morreu no último dia 09, após ficar em coma por 13 dias, sofreu um ataque cardíaco em 26 de novembro. A causa do problema no coração com apenas 30 anos foi diagnosticado com uma doença genética, mas outro fato pode ter contribuído para a morte. Segundo o laudo do falecimento foi encontrado traços de drogas no sangue do atleta.

Os médicos legistas conseguiram identificar traços de cocaína, opiáceos e THC (princípio ativo da maconha). Ainda segundo o laudo, as substâncias contribuíram, mas não foram a causa da morte.

Entenda

O peso pesado Shane Del Rosario sofreu um ataque cardíaco na terça-feira, 26 novembro, como resultado do que os médicos acreditam ter sido causado por a uma doença cardíaca congênita chamada de  Síndrome de QT Longo (LQTS). Ele ficou durante os 13 dias internado no  Hoag Memorial Hospital Presbyterian em Newport Beach até falecer no dia 9 de dezembro.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments