Sean O’Malley choca e passa por ex-campeão Petr Yan em verdadeira batalha no UFC 280

Promessa do Ultimate passa por russo em ‘guerra’ e se candidata a uma futura disputa de cinturão no peso galo

S. O’Malley (dir.) derrotou P. Yan (esq.) no UFC 280. Foto: Reprodução/Insatgram

Destaque no UFC 280, realizado neste sábado (22), em Abu Dhabi, Sean O’Malley provou ser uma realidade do MMA. Adversário do ex-campeão dos galos (até 61,2kg.) Petr Yan em um dos principais confrontos do card principal, o norte-americano viveu uma verdadeira batalha no octógono, passando por altos e baixos ao longo de 15 minutos de confronto. Ao fim de três rounds, o pupilo do Ultimate foi declarado vencedor na decisão dividida dos juízes.

Com a vitória, O’Malley terá motivos de sobra para comemorar. Atual número 12 no ranking dos galos, o norte-americano deve dar um salto significativo na divisão e pode tomar a primeira posição, antes do russo.

PUBLICIDADE:

Antigo campeão da divisão, Yan não conseguiu voltar ao caminho das vitórias. Apesar de ter assustado o rival em diversas vezes ao longo do confronto, o atleta atinge a marca de dois reveses seguidos, algo inédito em sua carreira, até o momento.

A decisão dos juízes acabou não sendo bem aceita pelo público presente na Etihad Arena. Após o anúncio oficial, parte da plateia vaiou o desfecho.

PUBLICIDADE:

A luta

O confronto começou com O’Malley tomando a iniciativa com um chute baixo. O russo respondeu na mesma moeda. Yan tentava encurtar a distância e acuava o norte-americano próximo às grades. Com pouco mais de um minuto, Sean encaixou um direto limpo no rosto do ex-campeão dos galos, mas o russo seguia caminhando para frente. Perto da metade do confronto, O’Malley passava a se soltar e agredia o adversário com combinações de socos e chutes. O norte-americano adotava postura reativa, e aguardava as ações do oponente para retribuir em contragolpes. Com três minutos disputados, o norte-americano baixou a guarda e tentava induzir o russo ao erro. Petr conseguiu encurtar a distância e aplicou uma bela queda no adversário, caindo por cima, em posição de dominância. No minuto final, Sean conseguiu ficar de pé e atacou com uma combinação de dois diretos. A etapa acabou com Sean fintando uma queda, mas não havia mais tempo.

No segundo round, o primeiro ataque foi de Yan, que lançou um chute potente na linha de O’Malley. O norte-americano não acusou o ataque e respondeu com um upper, balançando o russo. Acuado, Petr tentava se recuperar, mas o momento era de Sean. Na sequência, Yan surpreendeu e foi a vez do russo balançar o norte-americano, com um cruzado, que levou o rival à lona. Petr caiu por cima e castigava no ground and pound. Após o susto, O’Malley conseguiu ficar de pé, mas era pressionado pelo adversário contra as grades. Na metade da etapa, Sean conseguiu se desvencilhar e acabou caindo após se desequilibrar ao desferir um chute baixo. O norte-americano se levantou rapidamente e não deu chances à investida do ex-campeão. Quase no minuto final, Yan conectou dois chutes na linha de cintura do oponente e Sean respondeu com uma sequência de jabs. Perto de acabar o confronto, Petr conseguiu levar o adversário novamente para o chão, e pressionava por cima. O cronômetro zerou com Yan em posição de vantagem.

PUBLICIDADE:

No último round, O’Malley fazia valer a maior envergadura e lançava ataques na longa distância. Yan conseguiu encurtar e buscou uma queda ainda no primeiro minuto. A ação foi defendida pelo norte-americano. Passado pouco mais de um minuto, Petr caminhava para frente e tentava ‘encontrar’ o adversário. Restando quase três minutos, O’Malley agrediu o russo com uma joelhada limpa no rosto. Petr sentiu o golpe e o norte-americano buscava o nocaute. Na metade da etapa, Sean voltou a assustar com um chute alto, mas Yan ‘voou’ nas pernas do adversário, levando a luta para chão. Novamente, Sean conseguiu ficar de pé, mas Petr seguia ‘colado’ ao oponente e pressionando contra as grades. Depois de tanto insistir, Yan conseguiu derrubar o adversário, mas O’Malley ‘teimava’ em ficar de pé. Novamente na trocação, os lutadores agrediam com combinações de socos e, na sequência, Yan conseguiu uma nova queda. Mais uma vez, Sean ficou de pé e atacava com jabs e diretos. Com o rosto sangrando, Petr mostrava valentia e caminhava em direção ao adversário. Nos segundos finais, o russo voltou a derrubar, mas não havia mais tempo.

Roobet patrocina cobertura

Roobet patrocina a cobertura exclusiva do UFC 280 direto de Abu Dhabi, evento que apresenta o brasileiro Charles do Bronx na disputa do título dos leves contra Islam Makhachev.

A casa de apostas e entretenimento apoia o brasileiro não apenas no octógono, mas, também em projetos sociais. A empresa participa diretamente do cotidiano da ‘Chute Boxe – SP’ e, ao lado das estrelas, presta auxílio para que jovens atletas possam realizar o sonho de fazer história no MMA.

PUBLICIDADE:

Resultados do UFC 280

CARD PRINCIPAL 

Peso leve (até 70,3kg.): Islam Makhachev finalizou Charles do Bronx com um katagatame a 3m15s do R2 – Luta pelo cinturão

Peso galo (até 61,2kg.): Aljamain Sterling derrotou TJ Dillashaw por nocaute técnico a 3m 44s do R2– Luta pelo Cinturão

Peso galo (até 61,2kg.): Sean O’Malley derrotou Petr Yan na decisão divida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso leve (até 70,3kg.): Beneil Dariush derrotou Mateusz Gamrot na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 30-27)

Peso mosca (até 56,7kg.): Manon Fiorot derrotou Katlyn Chookagian na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

CARD PRELIMINAR 

Peso meio-médio (até 77kg.): Belal Muhammad derrotou Sean Brady por nocaute técnico (socos) aos 4m47s do R2

Peso médio (até 83,9kg.): Caio Borralho derrotou Makhmud Muradov na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Peso meio-pesado (até 93kg.): Abubakar Nurmagomedov derrotou Gadzhi Omargadzhiev na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 30-27)

Peso meio-médio (até 77kg.): Abubakar Nurmagomedov x Gadzhi Omargadzhiev

Peso médio (até 83,9kg.): Armen Petrosyan derrotou AJ Dobson na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso mosca (até 56,7kg.): Muhammad Mokaev derrotou Malcolm Gordon por finalização (chave de braço) aos 4m26s do R3

Peso galo (até 61,2kg.): Karol Rosa derrotou Lina Lansberg na decisão majoritária dos juízes (29-27, 29-27, 28-28)

Charles do Bronx recusa luta no UFC? Peso leve detona: ‘Você sabe que vou te dar trabalho’

Leia Mais sobre: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


Confira todos os resultados do UFC Las Vegas 92 Resultados do UFC St. Louis Resultados do UFC 301 Resultados do UFC Las Vegas 91 Resultados do UFC 300