Após cumprir pena nos EUA, ex-UFC Hermes França é deportado para o Brasil

Brasileiro havia cumprido pena por tentativa de abuso sexual contra uma menor de idade

H. França (foto) estava preso desde 2011. Foto: Divulgação/UFC

H. França (foto) estava preso desde 2011. Foto: Divulgação/UFC

Esta cobertura é patrocinada por: Esta cobertura é patrocinada por EVERLAST

Preso nos Estados Unidos desde 2011 por tentativa de abuso contra uma menor de idade, o ex-lutador do UFC Hermes França foi deportado ao Brasil por determinação da justiça norte-americana após cumprir pena de 42 meses. Hermes foi liberado da detenção sob custódia da Alfândega e Imigração e conduzido ao aeroporto por um funcionário federal. As informações foram divulgadas pelo canal de televisão “FOX 12”.

Hermes, hoje com 39 anos, foi preso em 2011 sob acusação de tentativa de abuso sexual contra uma menor de idade em sua academia de jiu-jitsu na cidade de Clackamas, no estado de Oregon. Um ano após sua prisão, França fez um acordo judicial em que assumiu ser culpado no caso.

No MMA profissional, Hermes França possui um cartel de 22 vitórias, 12 derrotas e um no contest (luta sem resultado). O cearense teve passagens pelo Ultimate entre 2003 e 2008 e foi o único atleta brasileiro até hoje a disputar o cinturão da categoria peso leve (até 70 kg) na organização. Em 2007, no UFC 73, França enfrentou e acabou derrotado pelo então campeão Sean Sherk, em decisão unânime dos juízes. A luta pelo título contou com um fato curioso: após sua realização, ambos os lutadores acabaram pegos no exame antidoping.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments