Anderson Silva protesta contra racismo: ‘Burrice coletiva sem explicação’

Brasileiro usou seu Twitter para se juntar à série declarações de repúdio à atos descriminatórios

A. Silva (esq.) posa com criança na academia Team Nogueira. Foto: Reprodução/Twitter

A. Silva (esq.) posa com criança na academia Team Nogueira. Foto: Reprodução/Twitter

A onda de manifestações contrárias ao racismo mundo afora, motivada pelos episódios envolvendo o lateral direito da seleção brasileira e do Barcelona Daniel Alves e também pelas declarações preconceituosas do dono da equipe da NBA Los Angeles Clippers, chegou também ao MMA. Por meio de seu perfil oficial no Twitter, o ex-campeão dos médios Anderson Silva protestou contra a discriminação.

“Racismo, preconceito e discriminação em geral: É uma burrice coletiva sem explicação”, publicou o Spider, juntamente com uma imagem sua ao lado de uma criança. Coincidentemente, neste mês, Anderson foi capa da revista “Trip”, com a manchete “É f*da ser negro no Brasil”, tratando sobre o preconceito racial no país.

No último fim de semana, durante partida contra o Villarreal pelo Campeonato Espanhol, o lateral direito Daniel Alves comeu uma banana arremessada no gramado por um torcedor que queria insultá-lo racialmente. Além disso, nos EUA, jogadores e comissão técnica do Los Angeles Clippers, artistas e até o presidente Barack Obama repudiaram as palavras do presidente do clube da NBA Donald Sterling, em áudio divulgado pelo site “TMZ”. Na gravação, Sterling aparece censurando a namorada por aparecer publicamente ao lado de negros e levá-los aos jogos da equipe, após a veiculação de fotos dela ao lado do ex-astro do basquete Magic Johnson.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments