VÍDEO: Double Fighting divulga regras de luta de MMA disputada em duplas

Diretor do evento, Nacli diz ao SUPER LUTAS que pretende realizar um reality show em formato de torneio

Quatro atletas no cage na primeira luta de Double Fighting. Foto: Reprodução/YouTube

Quatro atletas no cage na primeira luta de Double Fighting. Foto: Reprodução/YouTube

O Double Fighting divulgou um longo vídeo que mostra mais detalhes das regras da primeira competição de MMA em duplas do mundo. Nele, é possível ver a explicação mais detalhada da dinâmica dos combates, além da primeira luta em si entre os quatro atletas dentro do cage.

Entre as principais inovações está a pesagem, que será realizada no mesmo dia dos combates. Isso explica a categoria de peso adotada nesta primeira luta, 81 kg, já que o corte de peso será menor. Além disso, haverá dois árbitros dentro da jaula para o monitoramento dos combates entre as duplas.

“Pretendemos lançar outras categorias de peso, mas estamos iniciando com a categoria 81 kg porque desejamos que atletas que lutem atualmente na categoria 77 kg se inscrevam neste primeiro torneio. O corte de peso gera uma fadiga muito grande e compromete o desempenho. Por isso, nossas categorias serão intermediárias às que existem hoje em dia”, explicou o diretor do Double Fighting, Carlos Nacli, em entrevista ao SUPER LUTAS.

LEIA TAMBÉM: ‘Nosso objetivo é ser o melhor show de MMA do mundo’, almeja criador do Double Fighting

Caso um lutador seja finalizado ou nocauteado, ele está imediatamente eliminado do combate. Seu parceiro, então, terá de lutar sozinho até o término do tempo, sendo que a outra dupla poderá revezar seus lutadores nos rounds restantes. Porém, caso não haja nenhum nocaute ou finalização nos quatro primeiros rounds, o combate irá a uma prorrogação de três minutos, que passa a ser o único critério para a decisão do vencedor.

“Acho a pontuação uma das coisas mais chatas do MMA atual. Por isso, caso termine o quarto round e as duplas ainda tenham o mesmo número de atletas, sendo dois contra dois ou um contra um, haverá um quinto round de desempate. Este será o único round que terá pontuação. Nos outros, ganha quem tiver mais atletas dentro do cage. Até o quarto round, o critério é o número de atletas. O quinto será analisado isoladamente, sem levar em consideração a performance dos outros”, detalhou Nacli.

Double Fighting será a primeira disputa de MMA em duplas do Mundo. Foto: Reprodução/YouTube

Double Fighting será a primeira disputa de MMA em duplas do Mundo. Foto: Reprodução/YouTube

Mesmo que não haja na luta divulgada uma interação entre as duplas, o diretor do Double Fighting afirmou que isso será permitido pelas regras. “Na primeira luta oficial, o atleta da Thai Brasil acabou sendo finalizado rapidamente. Com isso, esta interação não ficou visível. Agora, estaremos lançando um torneio com oito duplas e elas terão 60 dias para treinar essas possibilidades. Daqui para frente, será mais fácil e visível esta interação. E sim, um companheiro pode ajudar o outro o tempo todo, dentro das regras”, disse Nacli.

A ideia do Double Fighting é produzir um reality show em formato de torneio, sendo que as negociações para a veiculação do produto ainda estão em andamento. “Estamos negociando com canais do Brasil e também dos Estados Unidos. A Coreia do Sul também demonstrou bastante interesse no nosso conteúdo e estamos iniciando as conversas por lá também”, explicou.

Nacli afirmou que, no momento, há quatro academias interessadas no projeto: a Thai Brasil, a Ryan Gracie de São Paulo, além de uma de Curitiba e outra de Paranaguá, ambas no Paraná. “Mas esse vídeo do documentário será o chamariz para as demais academia se inscreverem. Nosso objetivo é divulgar o nosso evento e também as academias participantes, pois outros eventos tradicionais só divulgam mais os lutadores”, disse Nacli.

“Nossa proposta com este vídeo é que as academias, atletas e pessoas que investem no MMA saibam exatamente nossa proposta. Queremos também afirmar que nosso objetivo é ser o melhor show de MMA do mundo e contamos com profissionais sérios e comprometidos para isso”, concluiu o diretor do Double Fighting.

Confira o vídeo divulgado pelo Double Fighting: 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário