Ronda Rousey rebate Bethe Pitbull e diz que enfrentaria brasileira

Apesar disso, campeão afirmou que próxima adversária de Bethe deve ser Shayna Baszler

Ronda Rousey (foto) se negou a cumprimentar Bethe no UFC 172. Foto: Josh Hedges/UFC

Ronda Rousey (foto) se negou a cumprimentar Bethe no UFC 172. Foto: Josh Hedges/UFC

Após vencer Jessamyn Duke no UFC 172, a brasileira Bethe “Pitbull” Correia veio a público reclamar da postura da campeã Ronda Rousey, que estava no córner da rival e recusou-se a cumprimentá-la depois da luta. As palavras de Bethe chegaram aos ouvidos de Ronda e a musa rebateu as críticas, afirmando que está disposta a resolver a questão dentro do octógono – e ainda teve tempo para provocar sua desafeta Miesha Tate.

“Eu estou dizendo, se Miesha Tate pode conseguir uma chance pelo título, e ela ainda não tinha vencido sequer uma única luta no UFC, então essa garota (Bethe), que está invicta e venceu duas de minhas amigas, pode ser uma luta muito interessante para mim”, disse a campeã, em entrevista ao podcast “Fighter and the Kid”. Apesar de se mostrar interessada em uma luta contra Pitbull, Ronda aproveitou para fazer uma revelação: a brasileira deve enfrentar a seguir a veterana Shayna Baszler – amiga e companheira de treinos de Rousey.

“O mais interessante é que após a luta, ela (Bethe) levantou quatro dedos e abaixou um (fazendo menção a ter derrotado uma das atletas do grupo ‘Four Horsewomen’). É algo inteligente. É isso que elas precisam fazer. As meninas estão seguindo o caminho certo para atrair a atenção das pessoas (para a divisão feminina). Então, a Shayna (Baszler) desafiou a Bethe e acho que elas vão lutar a seguir. Eu não sei exatamente quando essa lutar vai acontecer, mas sim, ela e Shayna (vão lutar)”, concluiu Rousey.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments