Conor McGregor: ‘Vou aniquilar José Aldo, a categoria dos penas é minha’

Irlandês não poupou os rivais de divisão e atacou também Chad Mendes, Cub Swanson e Cole Miller

C. McGregor (foto) tem estilo nas palavras e na aparência. Foto: Josh Hedges/UFC

C. McGregor (foto) tem estilo nas palavras e na aparência. Foto: Josh Hedges/UFC

Connor McGregor pode ser considerado um dos queridinhos do UFC na atualidade, seja pelos fãs ou pelo presidente Dana White. De personalidade forte e dono de declarações polêmicas, o irlandês tem se beneficiado da condição e aproveitado para garantir nos microfones grandes desafios. Desta vez, McGregor direcionou suas palavras ao campeão dos penas José Aldo, afirmando que vai atropelar o brasileiro.

“Vou destruir Chad Mendes, vou aniquilar José Aldo. Cheguei para conquistar essa divisão. A categoria dos penas é minha”, disse Conor ao jornal oficial “UFC Tonight”. O irlandês também aproveitou para atacar seu próximo adversário, Cole Miller. “Ele é lento e está com medo de mim. Eu sou rápido e não tenho medo de ninguém. Não há comparação. Dá para perceber o medo na voz dele, na linguagem corporal. Ele está paralisado. Eu vou pegá-lo, mas não só ele. Já vi todo mundo me desafiando enquanto eu estava lesionado. Mas agora estou de volta e vou passar por cima de todos. Cosutumo dizer que estou sempre pronto, e é verdade. Miller abriu a boca para me desafiar, mas ainda estava no calor de sua última vitória, com a adrenalina no máximo, o que tem o mesmo efeito do álcool: te deixar valente. E sabe o que aconteceu? Eu aceitei! Agora ele tem que encarar a realidade: vai me enfrentar voltando de lesão. Estou com raiva. Vou entrar lá e acabar com ele logo no começo”, disparou.

Incorporando uma persona cada vez mais semelhante a de Chael Sonnen ou Tim Kennedy, famosos por provocarem praticamente todos os seus rivais de divisão, McGregor apontou sua “metralhadora giratória” também para Cub Swanson, confirmando que chamou o rival de “velhinho”. “É verdade, eu o chamei de velho. Eu não o ignorei, mas também não o vi. Só disse ‘o velhinho do Swanson’. Não tenho problema com ele, mas quando chegar a hora, vou acabar com você também, velhinho. Falamos um pouco um do outro e eu só estou me divertindo com isso. Mas deixem o velhinho longe de mim, para o bem dele”, concluiu o irlandês de 25 anos, que tem um cartel de 14 vitórias e apena duas derrotas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments