UFC Fight Night 40: Johnny Eduardo brilha e vence quarto do ranking; Sapo e Yan perdem

Brasileiro não se intimidou com os quase dois anos afastado do octógono e nocauteou Eddie Wineland

Johnny Eduardo vence sua primeira luta no UFC e quebra jejum brasileiro na organização

J. Eduardo vence 4• do ranking de galos após dois anos parado. Foto: Josh Hedges

O brasileiro Johnny Eduardo voltou ao octógono em grande estilo. Afastado do UFC desde 2011, o atleta da Nova União surpreendeu o favorito Eddie Wineland no card preliminar do UFC Fight Night 40, evento realizado na noite deste sábado (10), em Cincinnati, nos Estados Unidos. Os demais brasileiros no programa inicial de lutas não tiveram a mesma sorte. Yan Cabral e Rafael Sapo foram derrotados por Zak Cummings e Ed Herman, respectivamente.

Johnny Eduardo surpreende quarto do ranking

Os quase dois anos sem uma luta oficial, devido a uma série de lesões, não fizeram falta para Johnny Eduardo. O representante da Nova União não tomou conhecimento de Eddie Wineland, quarto no ranking da categoria de galos, e nocauteou o norte-americano.

Assim que a luta começou, Johnny trabalhou com chutes baixos enquanto Wineland trabalhava com combinações de boxe. Mas após um ataque de Eddie, o brasileiro respondeu com um golpe de encontro e balançou o rival. Na sequência Eduardo acertou mais um soco e nocauteou o rival de forma sensacional.

“Eu venci o quarto do ranking, então agora eu também sou o quarto”, disse Johnny Eduardo após eu triunfo.

Sapo faz luta equilibrada e perde na decisão

Em uma luta equilibrada, Ed Herman derrotou o brasileiro Rafael Sapo em uma decisão bastante equilibrada.  O brasileiro começou melhor, trabalhando com chutes baixos e conseguiu derrubar o rival em uma destes golpes. Por cima, ele somou pontos, mas o norte-americano se levantou e conseguiu uma queda. Por cima nos instantes finais da parcial, Ed somou pontos.

O segundo round seguiu equilibrado e Sapo novamente começou por cima na luta de solo, mas o árbitro interrompeu as ações do brasileiro e o duelo recomeçou em pé, durante muito tempo no clinch, sem grandes momentos para os lutadores. Porém, Herman pressionou Sapo contra as grades.

No terceiro assalto Sapo, já demonstrando cansaço, não conseguiu manter o ritmo da peleja. O brasileiro era facilmente golpeado por Herman e não conseguia levar a peleja para o chão. Ao final da peleja, Sapo ainda tinha um corte próximo ao olho direito, que sangrava muito e visivelmente o incomodava na luta.

Ao final dos 15 minutos regulamentares, vitória de Ed Herman na decisão unânime dos juízes (29×28, 30×27, 29×28)

Yan começa bem, mas perde primeira no UFC

Depois de 11 vitórias consecutivas, Yan Cabral conheceu sua primeira derrota no MMA. O brasileiro até começou bem a luta diante de Zak Cummings.

Depois de sofrer um desequilíbrio na troca de golpes, Yan caiu por baixo, mas conseguiu encaixar um triângulo, que foi bem defendido por rival. Cabral ainda acertou algumas cotoveladas no solo, mas sem sucesso para terminar.

Com o ímpeto inicial, Yan acabou sentido o ritmo e cansando já no segundo round. Cummings aproveitou o momento, evitou o jogo de solo e trabalhou bem com golpes de boxe.

No terceiro round, com a luta equilibrada, o preparo físico de Zak Cummings fez a diferença. O norte-americano defendeu as quedas do brasileiro e ainda ficou por cima na luta de solo, onde tentou finalizar a peleja com um estrangulamento. Com grande técnica, Yan defendeu a finalização e ainda ficou por cima na luta de solo.

A partir daí, Yan abriu o jogo em busca da finalização. Tentou uma Kimura, triângulo de mão e uma chave de braço, mas todos os ataques foram bem defendidos pelo norte-americano.

Ao final de três rounds, vitória de Zak Cummings na decisão unânime dos juízes com um triplo 29×28.

Confira abaixo os resultados do card preliminar do UFC Fight Night 40:

Ed Herman derrotou Rafael Sapo na decisão unânime dos juízes;

Kyoji Horiguchi derrotou Darrell Montague por decisão unânime dos juízes;

Zak Cummings derrotou Yan Cabral na decisão unânime dos juízes;

Johnny Eduardo derrotou Eddie Wineland por nocaute técnico no R1;

Nik Lentz derrotou Manny Gamburyan na decisão unânime dos juízes;

Justin Salas derrotou Ben Wall por nocaute técnico no R1;

Albert Tumenov derrotou Anthony Lapsley por nocaute no R1;

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments