Suposto boicote a Anderson Silva é negado nos bastidores da Globo

Ao Super Lutas, fontes na emissora afirmaram desconhecer o veto ao Spider divulgado pela coluna Radar Online

Matéria com A. Silva (foto) acabou cortada do Fantástico. Foto: Reprodução/YouTube

Matéria com A. Silva (foto) acabou cortada do Fantástico. Foto: Reprodução/YouTube

No último fim de semana, o colunista da revista “Veja” Lauro Jardim divulgou na coluna “Radar Online” que o ex-campeão dos pesos médios do UFC Anderson Silva era alvo de um boicote por parte da TV Globo, maior rede de televisão do Brasil. Segundo a coluna, que não especificou as razões da sanção, haveria uma ordem expressa da alta cúpula da emissora para evitar as aparições do Spider nos programas da casa, que inclusive teria motivado a retirada de uma matéria envolvendo o lutador do “Fantástico” do último domingo (18). A tal ordem para boicote a Anderson, no entanto, foi negada nos bastidores da emissora carioca, segundo apurou o SUPER LUTAS junto a fontes próximas da Direção Geral de Jornalismo e Esporte (DGJE).

De acordo com as informações obtidas por nossa reportagem, a matéria sobre Anderson Silva não teria sido exibida no Fantástico devido a uma determinação interna de prioridade à Copa do Mundo no Brasil, que se inicia no próximo dia 12 de junho e tem a Globo como emissora oficial. Há alguns meses, o Fantástico havia sido o meio escolhido por Anderson para sua primeira entrevista após a fratura sofrida na revanche contra Chris Weidman, em dezembro do ano passado. Poucas semanas depois do incidente, o Spider abriu as portas de sua casa em Los Angeles (EUA) para a jornalista Renata Ceribelli e falou pela primeira vez sobre a lesão e sua carreira.

Aos 39 anos, Anderson Silva tem um cartel 33 vitórias e seis derrotas. O brasileiro foi campeão dos médios entre outubro de 2006 e julho de 2013, quando foi derrotado por Chris Weidman. Na revanche contra o algoz, Anderson fraturou a perna esquerda no segundo assalto. Em processo de recuperação desde então, o Spider voltou a treinar sem restrições apenas quatro meses depois da lesão. Diante da reabilitação completa, o presidente do UFC Dana White externou seu desejo de ver o ex-campeão de volta ao octógono ainda em 2014, mas o próprio Anderson afirmou que pretende voltar a lutar somente em 2015.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments