‘Dida me pediu desculpas’, revela Sonnen após agressão pelas costas no TUF Brasil

Norte-americano disse ter perdoado o treinador de muay thai pela polêmica briga no reality show

Dida agride Sonnen

Sonnen revelou que Dida (dir.) pediu desculpas após confusão no TUF. Foto: Divulgação

A briga envolvendo Chael Sonnen e André Dida no TUF Brasil 3 ganhou um capítulo final nesta semana. O norte-americano, que foi agredido pelas costas durante as gravações do programa, revelou que o assistente técnico de Wanderlei Silva no reality show entrou em contato com ele para pedir desculpas. Em entrevista ao SUPER LUTAS, Sonnen contou que recebeu um pedido de desculpas por parte Dida, perdoou o treinador rival pelo feito e que agora pretende seguir em frente.

“O cara que me bateu pelas costas, André Dida, ele me enviou um pedido de desculpas, eu aceitei suas desculpas. Dida recebeu muitas críticas (pelo que fez). Mas eu gostaria de lembras as pessoas: é assim que funciona! Se você faz algo ruim, você é punido. Mas então tudo acaba. Sabe como é? Você não pode ficar de fora de uma prisão jogando pedras nos caras assim que eles são soltos. André Dida fez algo ruim, ele foi punido. É isso, acabou. Se eu visse o Dida agora, talvez eu o cumprimentaria, talvez eu passasse direto, mas de qualquer forma, está acabado. Eu aceitei suas desculpas e espero que todos o perdoem também”, disse o norte-americano, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo (SP).

A confusão durante as gravações do TUF Brasil 3 culminou na exclusão de André Dida do reality show. Durante a videoconferência convocada após a briga entre Sonnen e Wanderlei Silva, e também a agressão de Dida, o presidente do UFC Dana White chegou a afirmar que acreditava que o treinador de muay thai deveria ser preso por seu envolvimento no incidente.

Confira o vídeo com trechos da entrevista com Chael Sonnen:

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments