Vitor Petrino domina Marcin Prachnio, finaliza na reta final e mantém invencibilidade no UFC 290

Primeiro brasileiro em ação no evento deste sábado (8), meio-pesado mineiro conquistou a segunda vitória na organização

Vitor Petrino finalizou Marcin Prachnio no UFC 290 (Foto: Twitter)

O Brasil começou com o pé direito no UFC 290. Primeiro representante do país no evento deste sábado (8), Vitor Petrino dominou e finalizou Marcin Prachnio na quarta luta do card preliminar, válida pela divisão dos meio-pesados. Com muita eficiência no jogo de quedas, o mineiro controlou o combate e conseguiu a finalização com um katagatame na reta final do terceiro e último assalto.

Com a finalização sobre Marcin Prachnio, Vitor Petrino se manteve invicto como lutador profissional de MMA, com nove vitórias em nove lutas, sendo as últimas duas no Ultimate.

PUBLICIDADE:

Veja Também

T-MOBILE Arena UFC 300

Marcin Prachnio, por sua vez, não deu continuidade à vitória conquistada sobre William Knight em fevereiro deste ano. O polonês tem agora duas derrotas nas últimas três aparições.

Eficiente nas quedas, Vitor Petrino domina e consegue finalização na reta final

Marcin Prachnio começou a luta trabalhando os chutes baixos e fintando jabs. O polonês combinou cruzados, mas os golpes explodiram na guarda de Vitor Petrino. Após uma troca mais franca de golpes, o brasileiro aproveitou para encurtar a distância e levar a luta para a grade. Prachnio se levou da pegada e a luta voltou ao centro do octógono. Vitor chutou alto duas vezes e o polonês respondeu com um chute baixo forte. Vitor Petrino conectou um direto limpo no rosto de Prachnio, que demonstrou ter sentido, foi nas pernas do polonês o tirou do chão e aplicou uma linda queda. Prachnio conseguiu se levantar rapidamente. Vitor soltou chutes muito fortes na linha de cintura do polonês e conseguiu mais uma queda, caindo na meia-guarda, onde permaneceu até o fim do round.

PUBLICIDADE:

No início do segundo round, Marcin Prachnio tentou um chute giratório bonito, mas o golpe passou no vazio. Na sequência, Vitor Petrino conseguiu levar a luta para o chão em mais uma queda, caindo desta vez na guarda do polonês. O brasileiro encontrou uma brecha e passou para a meia-guarda. Vitor tentou o ataque com uma kimura no braço direito de Prachnio, que defendeu bem. O brasileiro tentou ir para a montada e acabou caindo nas costas do polonês. Em ótima posição, Vitor laçou o pescoço de Prachnio, que mais uma vez escapou e sobreviveu até o fim do segundo round.

Assim como no segundo round, Prachnio iniciou o o terceiro assalto com um chute alto giratório. Vitor combinou bem com uppercut e cruzado. O brasileiro entrou em queda e teve sucesso mais uma vez, caindo na meia-guarda. Vitor golpeou bem e abriu caminho para a montada. Em ótima posição, o brasileiro encaixou um katagatame e apertou até os três tapinhas do polonês.

PUBLICIDADE:

Cameron Saaiman confirma favoritismo e bate Terrence Mitchell no primeiro round

Cameron Saaiman nocauteou Terrence Mitchell no UFC 290 (Foto: Twitter/UFC)

Um dos principais favoritos do card do UFC 290 nas casas de aposta, Cameron Saaiman provou que as cotações eram justificadas. Em duelo válido pelo peso galo (até 61,2kg), o sul-africano não tomou conhecimento de Terrence Mitchell e conseguiu a vitória por nocaute técnico em pouco mais de três minutos do primeiro round.

Com apenas 22 anos de idade, Cameron Saaiman está invicto no MMA profissional com nove vitórias na carreira, sendo as últimas três no UFC.

PUBLICIDADE:

Do outro lado, Terrence Mitchell, que entrou no duelo como substituto de última hora, estreia com derrota no Ultimate e tem agora 14 vitórias e três reveses na carreira.

Jesus Aguilar apaga Shannon Ross com nocaute relâmpago brutal em 17 segundos

Jesus Aguilar nocauteou Shannon Ross no UFC 290 (Foto: Twitter/UFC)

Quem piscou, perdeu a segunda luta do UFC 290. Com apenas 17 segundos de combate, Jesus Aguilar nocauteou Shannon Ross com um nocaute brutal e certeiro. O mexicano fintou o jab e entrou por cima com um overhand preciso no rosto do adversário, que caiu desacordado.

O desfecho brutal sobre Shannon Ross marca a primeira vitória de Jesus Aguilar no UFC e o primeiro nocaute da carreira do mexicano, que tem agora um cartel profissional de nove triunfos e dois reveses.

Do outro lado, Shannon Ross se vê em situação delicada após amargar a segunda derrota em duas lutas na organização.

Em luta cheia de reviravoltas, Esteban Ribovics bate Kamuela Kirk

Esteban Ribovics derrotou Kamuela Kirk no UFC 290 (Foto: Twitter/UFC)

A luta responsável por abrir o card do UFC 290 colocou o ‘sarrafo’ do evento lá no alto. Pela divisão dos leves (até 70,3kg) Esteban Ribovics superou Kamuela Kirk em um duelo muito movimentado e cheio de reviravoltas. Após ser dominado no chão durante todo o primeiro round, o argentino se encontrou na luta em pé a partir do segundo assalto, conseguiu reagir bem às quedas impostas pelo havaiano e levou a vitória na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28).

Com o resultado, Esteban Ribovics se recupera da derrota sofrida em sua estreia no Ultimate, em março deste ano, e tem agora um cartel profissional 12 vitórias e um revés.

Do outro lado, Kamuela Kirk amarga a segunda derrota consecutiva no octógono do Ultimate e não vence desde sua estreia na organização, em junho de 2021.

Leia Mais sobre: , , , , , , , , ,


Resultados do UFC 300 Resultados do UFC Las Vegas 90 Resultados do UFC Atlantic City Resultados do UFC Las Vegas 89 Resultados do UFC Las Vegas 88