Pezão e Demente vencem no card preliminar e levam o ‘bronze’ do TUF Brasil 3

Em combates rápidos, atletas derrotaram Rick Monstro e Wagnão Silva na abertura do evento em São Paulo

Pezão (esq.) e Demente (dir.) venceram no TUF Brasil 3 Finale. Foto: Produção SUPER LUTAS (Divulgação UFC/Lucas Carrano)

Pezão (esq.) e Demente (dir.) venceram no TUF Brasil 3 Finale. Foto: Produção SUPER LUTAS (Divulgação UFC/Lucas Carrano)

Marcos Rogério Pezão e Ricardo Demente se destacaram no card preliminar do TUF Brasil 3 Finale, realizado neste sábado (31) no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Nos combates entre os eliminados nas semifinais do reality show, os atletas saíram com a vitória e ficaram com o terceiro lugar moral no programa.

Demente fez luta movimentada contra Wagnão Silva, mas mostrou superioridade durante praticamente todo o combate e conseguiu finalização no segundo round. Já Pezão resolveu o combate em poucos segundos ao conseguir o nocaute técnico contra Rick Monstro.

Já o veterano Paulo Thiago não teve motivos para comemorar. Em luta morna e travada, o brasileiro foi derrotado por Gasan Umalatov na decisão unânime dos juízes, ficando em posição complicada dentro do UFC.

Ricardo Demente finaliza Wagnão no segundo round

No combate entre os médios eliminados na semifinal do TUF Brasil 3, Ricardo Demente mostrou boa superioridade contra Wagnão Silva. Após um início avassalador, incluindo um knockdown, Demente fazia parecer que a vitória era uma mera questão de tempo. Apesar de Wagnão ter conseguido se recuperar, Demente manteve o controle durante toda a ação. No segundo round, Demente voltou a aplicar um knockdown, desta vez emendando com um mata-leão. A vitória veio ao 1min06s.

Pezão atropela Monstro na luta dos pesados do TUF

Marcos Rogério Pezão fez uma estreia perfeita no UFC. No combate entre os eliminados na semifinal dos pesados do TUF Brasil 3, ele nocauteou Rick Monstro em apenas 20s após conectar, na saída de um clinche, um direto de direita no queixo do adversário, que já caiu desnorteado. Assim, coube a Pezão apenas ter de completar o serviço no chão, vencendo por nocaute técnico.

Na entrevista após a luta, Pezão fez questão de agradecer ao seu treinador no reality show, Chael Sonnen. “Ele ensinou muita coisa para a gente na casa. Sonnen, você é um exemplo de atleta, brother”, disse.

Em luta morna, Paulo Thiago perde e se complica no UFC

Na primeira luta da noite a ser decidida pelos juízes, Paulo Thiago viu sua situação se complicar no UFC ao ser derrotado por Gasan Umalatov. Em um combate morno, com bons momentos para os dois atletas, o russo foi nomeado vencedor após os três rounds – dois jurados deram todos os rounds para Umalatov, enquanto o outro deu 2 a 1. Assim, Paulo Thiago acumulou sua sexta derrota em suas últimas oito lutas, sendo a segunda consecutiva.

Pedro Munhoz arrasa Matt Hobar na abertura do evento

Na primeira luta da noite, Pedro Munhoz fez um trabalho rápido para superar o estreante no UFC Matt Hobar. Após alguns minutos de estudo, o brasileiro conectou um potente chute direito na cabeça, o que fez o norte-americano balançar. Munhoz partiu para cima com tudo para tentar encerrar o combate, inclusive aplicando uma guilhotina, mas Hobar sobreviveu.

Poucos instantes depois, Munhoz voltou a conectar bons golpes em Hobar, o que fez com que o árbitro Mario Yamasaki decretasse o nocaute técnico aos 2min47s do primeiro round.

Confira todos resultados do card preliminar do TUF Brasil Finale:

Rashid Magomedov derrotou Rodrigo Damm na decisão unânime dos juízes;

Elias Silvério derrotou Ernest Chavez por finalização no R3;

Gasan Umalatov derrotou Paulo Thiago na decisão unânime dos juízes;

Kevin Souza derrotou Mark Eddiva por nocaute técnico no R2;

Ricardo Demente derrotou Wagnão Silva por finalização no R2;

Marcos Rogério Pezão derrotou Rick Monstro por nocaute técnico no R1;

Pedro Munhoz derrotou Matt Hobar por nocaute técnico no R1.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments