Jones cede e revanche contra Gustafsson é marcada para o UFC 178, em setembro

Duelo vai acontecer no Air Canada Centre, em Toronto, palco da primeira luta entre os rivais

Primeiro duelo entre Jones (esq.) e Gustafsson (dir.) foi a "Luta do ano de 2013". Foto: Josh Hedges/UFC

Primeiro duelo entre Jones (esq.) e Gustafsson (dir.) foi a “Luta do ano de 2013”. Foto: Josh Hedges/UFC

Uma das maiores batalhas já travadas no octógono vai ter seu segundo capítulo. Depois de algumas polêmicas e muita desconfiança, chegou ao fim da novela envolvendo a aguardada revanche entre Jon Jones e Alexander Gustafsson. Após uma reunião entre o campeão, seu empresário e a direção do Ultimate nesta quinta-feira (05), foi anunciado oficialmente que a reedição do combate entre o norte-americano e o sueco pelo título dos meio-pesados acontecerá no UFC 178, no próximo dia 27 de setembro.

Apesar do triunfo do UFC, que fez prevalecer seu desejo de por Gustafsson e Jones de novo frente a frente sobre as restrições do campeão, que por sua vez preferia um duelo contra Daniel Cormier, os planos originais da organização foram alterados. Inicialmente, Jones x Gustafsson II aconteceria na edição 177, programada para o dia 30 de agosto, em Las Vegas (EUA). Agora, com os rivais se enfrentando no evento de número 178, em Toronto (Canadá), o duelo passa a ser reeditado no mesmo palco do primeiro confronto entre a dupla, eleita a “Luta do ano de 2013”, no UFC 165.

Em entrevista concedida ao site oficial do UFC logo após a assinatura do contrato, Jones negou que tenha colocado empecilhos para a concretização do acordo. “Nunca houve nenhum problema com o contrato. Eu estava viajando e finalmente cheguei a Las Vegas para falar com o Dana (White) e o Lorenzo (Fertitta). Nós conversamos e no dia 27 de setembro eu estarei lutando contra o Gustafsson”, disse o campeão, que reiterou sua preferência por um duelo com Cormier, mas afirmou que vai enfrentar o sueco por ser a luta que os fãs querem assistir.

Quem também comentou a oficialização do combate foi o presidente do Ultimate Dana White. O dirigente destacou o fato de que a organização vai promover o combate esperado pelo público e comemorou a presença de um nome de peso como Daniel Cormier como próximo lutador na linha pelo cinturão. “Obviamente, Jon (Jones) está certo. Esta é a luta que os fãs querem ver. E a melhor coisa sobre isso tudo é que nós teremos Jones x Gustafsson. E se Jones vencer Gustafsson, nós teremos Jones x Cormier. Duas grandes lutas na categoria de meio-pesados com três dos caras mais temidos do planeta: o melhor peso por peso e campeão Jon Jones e os desafiantes número um e número dois”, analisou.

Aos 26 anos, Jon Jones tem um cartel de 20 vitórias e apenas uma derrota, por desqualificação. O norte-americano tem sete defesas de cinturão consecutivas, um recorde na categoria até 93 kg, e vem de vitória sobre o brasileiro Glover Teixeira no último mês de abril. Já Alexander Gustafsson, de 27 anos, tem um histórico de 16 vitórias e apenas duas derrotas. Após ser derrotado por Jones, em setembro de 2013, o sueco voltou ao octógono em março deste ano, na Inglaterra, e nocauteou Jimi Manuwa no segundo assalto, garantindo novamente o direito de disputar o título contra seu algoz.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments