Treinando para revanche, Aldo minimiza primeira vitória sobre Mendes: ‘É uma nova luta’

Campeão dos penas não se incomoda sobre críticas a segurada na grade em combate em 2012: ‘Não influenciou em nada’

J. Aldo (esq.) volta a encarar C. Mendes (dir.) em agosto. Foto: Josh Hedges/UFC

J. Aldo (esq.) volta a encarar C. Mendes (dir.) em agosto. Foto: Josh Hedges/UFC

No dia 2 de agosto, José Aldo fará a primeira revanche de sua carreira no MMA. Na luta principal do UFC 176, em Los Angeles (EUA), o lutador enfrentará Chad Mendes na disputa pelo cinturão dos penas, reeditando o combate que aconteceu em janeiro de 2012.

Em entrevista ao site norte-americano MMA Fighting, Aldo afirmou que não está usando como parâmetro o primeiro encontro com Mendes para a preparação para a revanche. “Aquela luta já passou e estamos nos preparando para uma nova luta. Vamos chegar muito bem treinados, muito bem preparados para chegar lá dentro e conquistar a vitória. Para mim, não importa se for no começo, no meio, ou no fim [da luta]. O importante é manter o cinturão. É nisso que eu penso e para isso que a gente treina”, comentou o lutador.

No primeiro combate com Mendes, Aldo conquistou o nocaute nos segundos finais do round de abertura. Porém, o brasileiro foi criticado por defender uma queda de Mendes, poucos segundos antes da joelhada que encerrou a luta, ao segurar na grade, algo proibido por regulamento. Aldo, no entanto, não se incomoda com as críticas. “Eu não vejo problema nenhum. As pessoas sempre procuram falar. Acho que todo atleta já segurou na grade e foi uma coisa momentânea. Segurei uma vez, mas ele me jogou três vezes no chão e eu levantei. Não influenciou em nada. O importante é eu saber do que eu sou capaz”, respondeu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments