Dirigente descarta MMA em Nova York ainda em 2014: ‘Não vai ser neste ano’

Marc Ratner afirmou que único estado norte-americano a não regulamentar o esporte vai encerrar a sessão legislativa sem o projeto

Sonho do UFC de promover um evento no Madson Square Garden (foto) foi novamente adiado. Foto: Divulgação

Sonho do UFC de promover um evento no Madson Square Garden (foto) foi novamente adiado. Foto: Divulgação

A expectativa de ver ainda em 2014 o MMA regulamentado no estado de Nova York, único território nos Estados Unidos em que o esporte é ilegal, deve ser adiada. Em entrevista, o vice-presidente de assuntos regulatórios do UFC Marc Ratner praticamente descartou a chance de ver o projeto de lei que extingue o banimento das artes marciais mistas no estado votado no Congresso.

“Ele (o projeto) nunca chegou à pauta. E eu diria que não vai ser neste ano novamente”, disse Ratner, em entrevista ao site “MMA Junkie”. Apesar de ainda restarem oito dias até o fim do período da atual sessão legislativa, o dirigente limitou as expectativas e não mostrou confiança na discussão do projeto. “Eu estou sempre cautelosamente otimista. Mas agora, eu sinto que as coisas já estão traçadas e nós não vamos conseguir (neste ano)”, analisou.

Apesar do apoio do atual governador novaiorquino, Andrew Cuomo, o projeto de regulamentação do MMA no estado jamais chegou ao governante, já que pra isso ele precisa ser aprovado tanto no Senado quanto no Congresso. Nos últimos anos, a proposta chegou a passar pelos senadores por cinco vezes, mas sempre esbarrou na votação dos congressistas. O banimento das artes marciais mistas em Nova York data do ano de 1997, quando o UFC 12 teve sua realização proibida no estado – tendo que mudar-se às pressas para o Alabama.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments