Dana White lamenta decisão no co-evento principal do UFN 42: ‘Pearson foi roubado’

Presidente do UFC diz que resultado foi ‘insanidade’ e irá considerar inglês como o vencedor contra Sanchez

Pearson (esq.) foi derrotado por Sanchez (dir.) no UFC Fight Night 42. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Pearson (esq.) foi derrotado por Sanchez (dir.) no UFC Fight Night 42. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Revoltado com a decisão dos juízes em sua luta contra Diego Sanchez, no UFC Fight Night 42, realizado no último sábado (7), Ross Pearson ganhou um apoio de respeito dentro do Ultimate. Seu patrão, Dana White, veio a público para condenar o resultado da luta, afirmando que o lutador inglês foi roubado no combate, o co-evento principal da noite.

Nas estatísticas, Pearson levou ampla vantagem sobre Sanchez nos três rounds disputados. No total de golpes significativos conectados, venceu por 51 a 33 (com 41% de aproveitamento, contra 24% de Sanchez), sendo que, no segundo round, aplicou um knockdown em seu adversário. Porém, apenas um juiz viu sua vitória na luta, dando-lhe 30-27. Os outros dois pontuaram a favor de Sanchez, com 29-28 e um surpreendente 30-27.

Em entrevista dada ao site da emissora norte-americana ESPN, White mostrou reprovação à decisão dos juízes, afirmando que planejará o futuro imediato de Pearson considerando o inglês como o verdadeiro vencedor do combate. “Foi horrível. No segundo round, Diego sofreu um knockdown e ainda assim um juiz deu aquele round a ele. É insanidade. Pearson foi roubado. Temos de tratar Pearson como se ele tivesse vencido e dar a ele uma luta em um nível acima”, explicou White.

Sanchez, nascido em Albuquerque, fazia o combate em sua cidade natal, recebendo o amplo apoio da torcida nas arquibancadas. White, no entanto, não acredita que isso tenha feito diferença. “Nesse esporte, nunca houve essa de vantagem de lutar em casa. Isso é besteira. Sim, mais pessoas estarão torcendo para um lutador mais do que para o outro, mas os juízes não são daquela cidade. Normalmente, as comissões atléticas escalam os melhores juízes do país”, argumentou.

Por fim, White criticou o juiz Jeff Collins, que viu vitória de Sanchez durante todos os três rounds. “O cara que deu os três rounds a Sanchez deveria nunca mais pontuar uma luta novamente”, opinou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments