Preparador físico destaca evolução de Jacaré para revanche com Mousasi no UFC 176

Rogério Camões afirma que lutador brasileiro está mais completo desde combate realizado em 2008, no Japão

Jacaré (esq.) e Camões (dir.) trabalham juntos desde derrota para Mousasi. Foto: Divulgação/Fernando Azevedo

Jacaré (esq.) e Camões (dir.) trabalham juntos desde derrota para Mousasi. Foto: Divulgação/Fernando Azevedo

No UFC 176, em agosto, Ronaldo Jacaré terá a chance de vingar a última derrota por nocaute de sua carreira. O brasileiro enfrentará Gegard Mousasi, que o derrotou com uma pedalada no evento japonês Dream, em setembro de 2008.

Desta vez, Jacaré estará mais bem preparado e afiado para evitar as principais armas do lutador armênio-holandês. Pelo menos é o que garante o preparador físico do lutador, Rogério Camões.

“O Ronaldo estava melhor, mas se afobou um pouquinho. Tomou a pedalada e foi à lona. Vejo-o totalmente diferente para essa, digamos, revanche. Hoje é um outro lutador. Virou perigoso em pé, tem a mão muito dura, está com o boxe em dia. Melhorou demais o wrestling e está mais forte na queda. Hoje, o Jacaré faz um jiu-jitsu de MMA e naquela época era recém vindo do pano, das competições de quimono. Além disso, essa luta foi há muito tempo. Está tudo muito diferente. Fisicamente, o Jacaré tem uma qualidade muscular muito maior e uma técnica muito mais apurado”, contou “Rogerão”.

O preparador físico também adiantou que a estratégia de Jacaré para o combate terá ênfase no jogo de solo. “O Mousasi é um striker, trabalha muito bem em pé. Por isso, vamos procurar fazer do Jacaré forte para imprimir o jogo dele, que é no chão, apesar de estar com o boxe muito afiado. Estamos trabalhando em cima disso. Ronaldo é já um nome forte e top no MMA. Nosso foco é melhorar cada vez mais o jiu-jitsu dele”, afirmou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments