Campeão do TUF entrega que Anderson Silva volta em novembro, mas Spider nega

Durante evento no Rio, Warlley Alves afirmou que ouviu informações de bastidores sobre retorno do ex-campeão

Anderson (foto) tem um cartel profissional de 33 vitórias e seis derrotas. Foto: Divulgação/UFC

Anderson (foto) tem um cartel profissional de 33 vitórias e seis derrotas. Foto: Divulgação/UFC

Uma das informações mais preciosas no mundo do MMA no momento é a data de retorno de Anderson Silva ao octógono após a fratura sofrida na revanche contra Chris Weidman. Embora haja diversas especulações e uma noção um pouco vaga divulgada pelo próprio Anderson, que assinalou que deve regressar para o próximo ano, segue a dúvida sobre a questão. Apesar disso, contrariando as expectativas, o campeão do TUF Brasil 3 Warlley Alves acabou soltando que a volta de Spider pode acontecer bem antes do esperado, citando informações que teria ouvido nos bastidores do UFC.

“Tem dois caras que sou muito fã: um é o Ronaldo Jacaré. Tenho muito carinho, é meu irmão, sempre admirei pelo estilo de lutar. Outro é o Anderson Silva. Fiquei sabendo nos bastidores que ele vai lutar em novembro. Quero entrar nesse card. Vai ser um sonho realizado entrar no mesmo card que a fera Anderson Silva estará lutando”, afirmou Warlley, durante festa realizado por uma marca de cerveja que patrocina o UFC no Rio de Janeiro, ao site do canal “Combate”.

Porém, presente no mesmo evento, o próprio Spider tratou de desmentir o atleta da X-Gym, onde o próprio ex-campeão se prepara para seus combates. “Vou voltar só ano que vem, ainda não estou pronto, nem me sentindo seguro para voltar este ano”, contou Anderson, que também disse não estar interessado em uma trilogia contra seu maior algoz. “Revanche contra o Chris Weidman é uma coisa que não está nos meus planos. Ele já me venceu duas vezes, todo mundo já viu”, assegurou.

Aos 39 anos, Anderson Silva tem um cartel profissional de 33 vitórias e seis derrotas. Campeão dos pesos médios entre 2006 e 2013, Anderson detém o recorde de defesas de cinturão consecutivas na história do UFC, com dez triunfos seguidos quando colocou seu título em jogo. O brasileiro não luta desde o último dia 28 de dezembro, quando foi derrotado pela segunda vez por Chris Weidman, após fraturar sua perna esquerda no segundo assalto. Recentemente, o Spider foi liberado para voltar aos treinos sem restrições.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments