Após prisão por ameaça com arma, ex-UFC Thiago Silva volta ao MMA em agosto

Brasileiro encara o norte-americano Mike Hayes na luta principal do evento Fight Time 20, em Fort Lauderdale (EUA)

Thiago S. (foto) volta ao MMA após prisão em fevereiro. Foto: Josh Heges / UFC

Thiago S. (foto) volta ao MMA após prisão em fevereiro. Foto: Josh Heges / UFC

Preso em fevereiro após ameaçar a ex-esposa e o treinador de jiu-jitsu Pablo Popovitch com uma arma de fogo nos Estados Unidos, o meio-pesado Thiago Silva pagou fiança de US$ 25 mil (aproximadamente R$ 55 mil) e aguarda seu julgamento em liberdade, mas usa uma tornozeleira de monitoramento. Thiago, que voltou aos treinos assim que deixou a prisão, já tem data marcada para voltar ao MMA. No dia 29 de agosto, o brasileiro enfrenta o ex-Bellator Mike Hayes, na luta principal do evento Fight Time 20.

A informação foi divulgada pelo presidente do Fight Time, Howard Davis Jr., ao site norte-americano “MMA Fighting”. A noite de lutas que contará com Silva x Hayes como evento principal acontece no dia 29 de agosto, no War Memorial Auditorium, em Fort Lauderdale (EUA), coincidentemente a mesma cidade em que Thiago foi preso.

Relembre o caso da prisão de Thiago Silva

Na madrugada de 07 de fevereiro, Thiago Silva  foi preso pela polícia da Florida, na cidade de Ft Lauderdale, após invadir armado a academia de Pablo Popovitch, atual namorado de sua ex-esposa, Thaysa Kamiji,  e ameaçar as pessoas no local. Em seguida, o brasileiro se trancou em casa onde se entregou as autoridades após algumas horas de negociação. Uma equipe da SWAT chegou a ser solicitada para ajudar na prisão do lutador. Desde então o meio-pesado passou pela corte norte-americana algumas vezes e no mês de março conseguiu ser liberado mediante pagamento de fiança.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments