Chris Weidman pede por luta com Vitor Belfort: ‘Gosto de enfrentar lendas’

No entanto, norte-americano reconhece que ‘Fenômeno’ ainda precisa resolver pendências após falha em exame antidoping

Weidman (foto) espera enfrentar Belfort em sua próxima luta. Foto: Josh Hedges/UFC

Weidman (foto) espera enfrentar Belfort em sua próxima luta. Foto: Josh Hedges/UFC

Chris Weidman chegou ao topo da divisão dos médios do UFC ao derrotar renomados lutadores brasileiros. Primeiro, superou Demian Maia, ex-desafiante pelo cinturão, na decisão dos juízes; duas lutas depois, nocauteou Anderson Silva e conquistou o título. Em suas duas defesas até agora realizadas, bateu Anderson novamente e, mais recentemente, venceu Lyoto Machida. E, no que depender do norte-americano, seu próximo desafio será mais um atleta tupiniquim: Vitor Belfort.

Em entrevista ao podcast “The MMA Hour”, Weidman apontou o “Fenômeno” como o próximo adversário de sua escolha. Porém, ele reconhece que Belfort ainda precisa resolver pendências com a Comissão Atlética de Nevada após cair em um exame antidoping realizado em fevereiro.

“Eu quero lutar com Vitor Belfort. Ele é um cara que está no topo já faz um tempo. Ele é mais uma lenda. Eu gosto de enfrentar lendas que eu assistia e admirava quando comecei no esporte. Claro, ele tem o problema com o exame antidoping, mas eu espero que ele consiga resolver isso e receber a licença para lutar. Não sei o que está acontecendo, mas ele é o cara que eu quero enfrentar”, disse o norte-americano.

Contudo, Weidman não faz ideia de qual será, de fato, seu próximo passo dentro do UFC. “Eu gostaria de poder dizer, mas estou no mesmo barco que vocês. Não falei com Dana [White, presidente do UFC] ou mais ninguém desde minha luta [no dia 5 de julho]”, explicou.

Weidman e Belfort chegaram a ter luta marcada, em combate que aconteceria no dia 24 de maio, no UFC 173. No entanto, o brasileiro foi retirado do combate após a proibição da terapia de reposição de testosterona (TRT), sendo substituído por Lyoto Machida.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments