Johny Hendricks elogia Robbie Lawler e se mostra ansioso para revanche

Campeão dos meio-médios diz que está quase recuperado de lesão no braço e se mostra aberto a nova luta com St. Pierre

Hendricks (esq.) e Lawler (dir.) se enfrentaram em março. Foto: Divulgação/UFC

Hendricks (esq.) e Lawler (dir.) se enfrentaram em março. Foto: Divulgação/UFC

Johny Hendricks, campeão dos meio-médios do UFC, já sabe quem será seu próximo adversário dentro do octógono. Robbie Lawler conquistou novamente o direito de lutar pelo cinturão após derrotar Matt Brown na luta principal do UFC on FOX 12, realizado no último sábado (26), garantindo a revanche de um combate apertado realizado em março.

Na ocasião, Hendricks e Lawler se enfrentaram pelo cinturão vago da categoria, com vitória de “Big Rigg” na decisão dos juízes. O campeão se mostrou empolgado com a revanche e elogiou a apresentação de Lawler diante de Brown.

“Foi uma boa vitória. Sempre que você sobe no octógono e vence, é bom. Foi a primeira vez em que Matt Brown enfrentou alguém do top 10, mas ele fez um bom trabalho. Foi uma luta dura, lá e cá – alguns rounds foram apertados, mas achei que Robbie venceu. Então, agora nós iremos fazer a revanche, e estou empolgado com isso. Será legal lutar estando saudável, com os dois braços”, disse Hendricks, em entrevista ao podcast “The MMA Hour”, referindo-se à contusão que sofreu no bíceps no início do ano.

“Meu braço está quase bom. Estou levantando 45 kg de peso, meu braço está quase 100%, e ainda tenho algumas semanas de recuperação. Quando eu for ao médico daqui a alguma semanas, ele vai ficar muito feliz”, detalhou o campeão.

Mesmo com o foco voltado a Lawler, Hendricks se mostrou aberto a fazer novo combate contra Georges St. Pierre, que o derrotou em uma luta acirrada em novembro do ano passado. “Eu não vou mentir, eu gostaria de lutar com ele novamente, porque agora a maré mudou. Não só isso, mas aquela foi minha primeira luta de cinco rounds de duração. Estou ficando mais esperto, melhorando cada vez mais que fico no octógono. Não quero desmerecer GSP, ele fez muita coisa ótima pelo esporte e pela categoria dos meio-médios, mas eu quero construir meu próprio legado”, declarou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments