Jacaré treina com Anderson Silva e garante estar ‘pronto para aniquilar’ Mousasi

Brasileiro ainda garantiu que vai reivindicar uma luta pelo cinturão após o duelo no UFC Fight Night 50

Jacaré volta ao octógono em setembro. Foto: Fernando Azevedo/Divulgação

Jacaré volta ao octógono em setembro. Foto: Fernando Azevedo/Divulgação

No próximo dia 5 de setembro, no UFC Fight Night 50, Ronaldo Jacaré reencontra no octógono um dos responsáveis por uma de suas poucas derrotas como profissional: o armênio-holandês Gegard Mousasi. Apesar do componente emocional que a chance de ir à forra poderia adicionar ao duelo, Jacaré afirmou que encara a luta em Foxwoods (EUA) com naturalidade e, demonstrando bastante confiança, assegurou que está pronto para aniquilar seu oponente.

“O reencontro com o Mousasi, para mim, é como se fosse apenas mais uma luta pelo UFC. Estou pronto para aniquilar meu adversário e arrancar mais uma vitória. Eu vim para ficar invicto, não vim para perder para ninguém. Eu vou parar o Mousasi. As pessoas têm que continuar acreditando em mim, porque eu serei campeão dos pesos-médios. Mas meu foco agora é o Mousasi. Tenho que passar por ele para reinvidicar alguma coisa, e vou fazer isso. Depois dessa luta eu vou reivindicar a disputa do cinturão”, disse o capixaba em entrevista ao programa “Revista Combate”.

Além disso, o ex-campeão do extinto Strikeforce também falou sobre sua rotina de preparação e revelou que contou com a ajuda de Anderson Silva, que recentemente teve seu retorno ao octógono confirmado para o dia 31 de janeiro de 2015 contra Nick Diaz. “Fiz um camp muito bom na X-Gym para essa luta. O Anderson Silva me deu muito apoio técnico e treinou comigo, além do Rafael Feijão e mais uma galera que é fenomenal, muito técnica e forte no judô, no boxe… Eu estou sempre apanhando e evoluindo (risos)”, concluiu.

No dia 5 de setembro, em Foxwoods, no estado norte-americano de Connecticut, Ronaldo Jacaré e Gegard Mousasi fazem a luta principal do UFC Fight Night 50. O duelo é a revanche de um combate realizado no evento japonês DREAM e vencido pelo armênio-holandês por nocaute técnico, após aplicar uma pedalada no brasileiro. Jacaré, de 34 anos, tem um cartel de 20 vitórias, três derrotas e uma luta sem resultado. Já Mousasi, de 28 anos, tem 35 vitórias, quatro derrotas e dois empates em seu histórico profissional.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments