Daniel Cormier lamenta notícia de lesão de Jon Jones: ‘Muito decepcionado’

Desafiante diz que havia aceitado lutar no UFC 178 com uma contusão nos joelhos: ‘Queria que Jon fizesse o mesmo’

D. Cormier (foto) lamentou lesão de Jones. Foto: Reprodução/YouTube

D. Cormier (foto) lamentou lesão de Jones. Foto: Reprodução/YouTube

Daniel Cormier não recebeu bem a notícia de que Jon Jones se machucou, o que obrigou o combate entre eles a ser adiado para o UFC 182, em janeiro de 2015. O desafiante pelo cinturão dos meio-pesados se disse profundamente chateado com o ocorrido, embora tenha extraído algo de positivo com a novidade.

Cormier, que sofre com uma lesão em seus dois joelhos, afirmou que poderá trabalhar para se recuperar, o que o possibilitará lutar em suas totais condições no início do próximo ano.

“Estou muito decepcionado. Eu comecei a treinar muito duro. É desanimador, mas agora eu tenho tempo de ficar totalmente saudável”, disse o lutador, em entrevista ao site norte-americano “MMA Fighting”.

Além de mostrar todo o seu descontentamento, Cormier aproveitou a notícia para cutucar o seu rival. “Eu não sei o quão machucado está Jon, mas temos que lembrar que eu aceitei essa luta com uma lesão que já existia. Eu conseguiria lutar mesmo lesionado, e eu apenas gostaria que Jon fizesse o mesmo”, continuou.

Além disso, Cormier esclareceu que será mantido como próximo desafiante pelo cinturão dos meio-pesados do UFC. O oponente original de Jones para o UFC 178, em setembro, era Alexander Gustafsson, que deixou o compromisso por conta de uma contusão no joelho. Mesmo que o sueco esteja em condições de lutar em janeiro, o sócio do Ultimate, Lorenzo Fertitta, garantiu a Cormier que ele será o próximo adversário do campeão.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments