Bethe Pitbull espera lutar pelo título após combate no UFC 177: ‘Acho que mereço’

Brasileira, que enfrentará Shayna Baszler no sábado (30), diz que confiança é a grande arma de Ronda Rousey

Bethe (foto) vem de duas vitórias no UFC. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Bethe (foto) vem de duas vitórias no UFC. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Invicta em sua carreira profissional no MMA, Bethe Pitbull terá um desafio importante pela frente: no próximo sábado (30), a brasileira enfrentará Shayna Baszler no UFC 177, o que, de acordo com a lutadora, poderá render-lhe a chance de disputar o cinturão da categoria galo feminina do UFC.

Pitbull já conquistou duas vitórias no UFC, sendo a última sobre Jessamyn Duke, companheira de treinos da campeã da categoria, Ronda Rousey. A brasileira acredita que, caso derrote Baszler, outra parceira de treinamentos de “Rowdy”, já terá feito o suficiente para chegar ao title-shot.

“Eu não estou no UFC para ser uma lutadora qualquer. Eu vou chegar no título de uma maneira ou de outra. Eu vou chegar lá. Quero lutar pelo cinturão e vou conseguir isso falando ou lutando – ou os dois. Quero o título e ninguém vai me parar. Acho que mereço lutar pelo cinturão. Com outra vitória, eu vou chegar a 3-0 no UFC”, disse a brasileira, em entrevista ao site norte-americano “MMA Fighting”.

A lutadora confia que, caso enfrente Ronda, seu destino será diferente do que o visto com relação às últimas desafiantes. Segundo Pitbull, a campeã, que vem de duas vitórias rápidas, leva vantagem no fator confiança. “Acho que falta confiança para elas [desafiantes]. Ronda acredita em si mesma e as outras que chegam lá têm medo dela. Eu não. Eu não tenho medo dela. Não é que ela é melhor do que as oponentes que já enfrentou, mas é que elas não confiam em si mesmas. A aparência já mostra isso. Elas não sentem que são melhores que Ronda. Ronda tem essa aura de que é invencível. Ela precisa lutar com alguém que olhe em seus olhos e diga ‘você não poderá me vencer’. Tudo o que faço, faço com confiança. Não estou dizendo que sou melhor do que ninguém. Ela pode ter mais técnica que eu, mas isso não me deixa menos confiante”, completou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments