Após nocaute sobre Alistair Overeem, Ben Rothwell desafia Júnior Cigano

Gigante norte-americano mostra irritação com pisões de holandês durante o combate: ‘Quase gritei com ele’

Rothwell (foto) espera enfrentar Cigano após nocautear Overeem. Foto: Ed Mulholland/Zuffa LLC

Rothwell (foto) espera enfrentar Cigano após nocautear Overeem. Foto: Ed Mulholland/Zuffa LLC

Ben Rothwell fez planos ambiciosos para seu futuro no UFC dias após ter nocauteado Alistair Overeem no UFC Fight Night 50, realizado na última sexta-feira (5). O gigante norte-americano, que agora é o nono colocado no ranking oficial dos pesados, espera enfrentar o ex-campeão da categoria Júnior Cigano, que é o segundo colocado na lista.

Rothwell acredita que uma vitória sobre o brasileiro o deixaria muito próximo de disputar o cinturão, que hoje pertence a Cain Velasquez. “Não sei se Júnior dos Santos já tem um adversário, mas ele ainda não lutou desde que perdeu para Cain Velasquez. Essa é uma luta que me desperta mais interesse. Eu não quero lutar com mais ninguém além dele. Vencê-lo me colocaria na posição de desafiante pelo cinturão”, disse Rotwhell, que já tem derrota para Velasquez em 2009, por nocaute técnico.

O norte-americano revelou que, durante seu combate com Overeem, ficou irritado com a insistência de seu adversário em dar pisões em seu joelho. “Eu quase gritei com ele na luta. Ele estava dando alguns chutes sujos no meu joelho. Isso não é honrável em minha opinião porque isso não é uma briga de rua. Se você quiser lutar assim, então eu vou começar. Vou arrancar seus olhos, vou puxar sua jugular com os meus dentes e vou quebrá-lo. Para mim, pisar nas articulações no joelho é uma mensagem tão suja quanto isso. Felizmente, a luta acabou antes de ele chutar de novo”, declarou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments