Sonnen perdoa Wanderlei, mas assume: ‘As regras não estão erradas, nós estamos’

Norte-americano voltou a adotar discurso amigável ao falar do ex-desafeto e disse que eles não se adaptaram às novas regras do esporte

Assim como Wand, Sonnen (foto) também foi suspenso pela NSAC. Foto: Josh Hedges/UFC

Assim como Wand, Sonnen (foto) também foi suspenso pela NSAC. Foto: Josh Hedges/UFC

Durante o fim de 2013 e o primeiro semestre de 2014, Wanderlei Silva e Chael Sonnen protagonizaram uma das rivalidades mais quentes do MMA, com direito a briga televisionada durante o TUF Brasil 3. No entanto, o embate teve um desfecho decepcionante, já que os rivais jamais se enfrentaram no octógono, após o brasileiro fugir de um exame antidoping e o norte-americano ser flagrado por duas vezes usando substâncias ilegais. Independentemente de qualquer coisa que tenha acontecido, Sonnen afirmou que perdoa Wanderlei e que as rusgas entre eles estão no passado.

“Wanderlei não fez nada a ninguém. Qualquer coisa que ele tenha feito ou deixado de fazer, ele estava se preparando para fazer comigo – eu era o oponente em questão – e eu o perdoo. Eu o perdoo. É a mesma coisa comigo. Eu não estava tentando tirar nada de ninguém a não ser o Vitor (Belfort). Eu estava tentando levar vantagem sobre ele. Quando tudo veio a tona, eu liguei para o Vitor e ele me perdoou. Ele disse: ‘Eu te perdoo. Nós estamos bem'”, disse o falastrão, em entrevista ao site “MMA Fighting”. “Eu acho que ele (Wand) era uma presença muito significativa neste esporte e acho que é assim que ele será lembrado”, completou.

Apesar do discurso apaziguador, Sonnen admitiu sua culpa e a de Wanderlei nos problemas com a Comissão Atlética de Nevada, que culminaram em sua suspensão por dois anos e o banimento do brasileiro para sempre das lutas no estado norte-americano. “Eu não gosto da forma como as coisas aconteceram com ele. É lamentável, mas nós estamos errado. As regras não estão erradas, nós estamos. E é isso. Nós temos que nos adaptar. Chutes na cabeça eram legais no chão também, mas eles não são mais e nós não podemos executá-los. Eu sou um wrestler. Os wrestlers costumavam ganhar a vida quedando as pessoas e dando cabeçadas nelas. A cabeçada se tornou ilegal e você não poder dar uma cabeçada em alguém mais. Regras são regras. Elas são boas e nós temos que segui-las, é isso”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments