Empresário de Nate Diaz diz que lutador ficou insatisfeito com novo contrato com UFC

Mike Kogan afirmou que seu atleta somente concordou em retornar porque precisa do dinheiro para se sustentar

N. Diaz. (foto) ainda está insatisfeito com contrato do UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

N. Diaz. (foto) ainda está insatisfeito com contrato do UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

Recentemente, a novela envolvendo Nate Diaz e o UFC chegou ao fim após o ex-desafiante pelo cinturão dos leves renovar seu contrato com a organização e agendar um combate contra Rafael dos Anjos para dezembro. No entanto, as coisas não são tão simples quanto possam parecer, já que o empresário do lutador garantiu que não ficou satisfeito com o novo contrato.

Mike Kogan afirmou que as negociações não se desenrolaram conforme planejava e que Diaz só concordou em renovar seu contrato porque precisa do dinheiro para se sustentar. “Nós não estamos felizes. Ninguém disse que tudo estava bem. Diaz voltou porque ele precisa lutar. Ele precisa disso para viver. Se ele fosse Floyd Mayweather Jr, ganhando US$ 30 milhões por luta, ele provavelmente nunca mais voltaria e não ouviríamos mais falar dele. Mas ele não recebe a quantia de dinheiro que as pessoas acham”, explicou Kogan, em entrevista ao canal do YouTube “Fight Hub”.

Kogan questionou as palavras do presidente do UFC, Dana White, que declarou que Diaz não podia fazer muitas exigências em seu novo contrato por não ser um lutador muito atrativo para o público. “White passou o ano inteiro falando besteira de Diaz e agora ele está lutando contra o terceiro colocado no ranking, na luta co-principal de um evento da FOX.  Se ele não chama a atenção, o que ele está fazendo lá?”, disse.

O combate entre Diaz e Dos Anjos será no dia 13 de dezembro, em Phoenix, no estado norte-americano do Arizona. A luta principal do evento será entre Júnior Cigano e Stipe Miocic.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments