Médico do UFC enaltece recuperação de Anderson: ‘Foi muito acima da média’

Márcio Tannure diz que ex-campeão se reabilitou muito rapidamente e explica a gravidade de lesão na perna

Tannure (esq.) cuidou de Anderson (dir.) durante sua recuperação. Foto: Reprodução/Facebook

Tannure (esq.) cuidou de Anderson (dir.) durante sua recuperação. Foto: Reprodução/Facebook

Márcio Tannure, médico oficial do UFC no Brasil e que cuidou pessoalmente de Anderson Silva, elogiou a rápida recuperação do lutador brasileiro após a fratura na perna que sofreu na revanche contra Chris Weidman, em dezembro do ano passado.

Em entrevista coletiva realizada no Rio de Janeiro (RJ), Tannure explicou que a melhora de “Spider” se deu em um período muito mais curto do que normalmente acontece neste tipo de lesão, mesmo que a fratura em si não tenha sido o único problema enfrentado pelo atleta.

“É uma fratura que pode levar de três meses a um ano para consolidar. A gente sempre dá um prazo a mais, então nós falávamos isso para ele para que, caso demorasse um pouco mais, ele não iria desestimular. Mas ele surpreendeu a todos nós. A recuperação foi muito mais rápida do que o esperado. Só que não podemos só olhar a doença, e sim o doente. Não é só a consolidação da fratura: a fratura consolidou muito rápido, mas acho que isso gerou um desequilíbrio muscular e várias outras coisas que vêm sendo trabalhadas neste período. Mas a recuperação foi muito acima da média”, destacou Tannure.

O médico esclareceu que a lesão de Anderson de fato foi grave, o que exigiu que o cuidado tomado também levasse em conta o lado psicológico do ex-campeão. “A maior preocupação nesse tipo de fratura é que você pode ter uma lesão vascular ou uma lesão nervosa. Ele não teve, mas, se tivesse, seria uma lesão gravíssima. Então, a lesão dele foi grave, realmente. Ele foi operado pelo médico do UFC, especialista em trauma, e tentei tranquilizar o Anderson quanto a isso.”

Já recuperado da lesão, Anderson Silva já tem marcado seu próximo compromisso dentro do octógono do UFC. Será no dia 31 de janeiro, em Las Vegas (EUA), quando enfrentará o norte-americano Nick Diaz.

A recuperação de Anderson em imagens:

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments