Fabrício Werdum revela que quase morreu treinando no México

Próximo de disputar cinturão do UFC, brasileiro e sua equipe sofreram envenenamento por monóxido de carbono em casa alugada como base de treinos

Werdum durante gravações do TUF América Latina nos EUA. Foto: Reprodução/Facebook

Werdum durante gravações do TUF América Latina. Foto: Reprodução/Facebook

O brasileiro Fabrício Werdum está escalado para disputar o cinturão dos pesos pesados do UFC contra o campeão Cain Velasquez no dia 15 de novembro. Mas por pouco o atleta gaúcho não deixou o combate mais importante de sua vida de forma trágica. O lutador, que mudou-se para o México para se preparar para a luta, quase morreu por intoxicação de monóxido de carbono.

Werdum, juntamente com seu irmão Felipe, Rafael Cordeiro, Renato Babalu e outros oito companheiros de treino, alugaram uma casa na cidade de Toluca e um gerador de gasolina causou todo o problema.

“Foi terrível. Nós viemos para Nevado de Toluca para treinar e não vimos a casa antes de a alugarmos. Não tinha energia, nada. E era muito frio. Estava treinando com mais 12 pessoas da minha equipe e eles resolveram alugar um gerador à gasolina para gerar energia. Eles geralmente deixam esse gerador fora de casa, mas colocaram dentro do lugar”, contou Werdum ao site norte-americano MMA Fighting

“Nós treinamos dentro da casa, jantamos e fomos dormir. Não nos disseram que precisávamos desligar o gerador antes de ir para a cama. Eu acordei no meio da noite com uma dor de cabeça insuportável e com náuseas, não podia levantar da cama. Todos estavam com tontura. Meu irmão foi quem conseguiu levantar da cama e desligar o gerador”, completou.

“Nós quase morremos envenenados. Fomos para o hospital, todos estavam vomitando e com diarreia. O médico nos disse que morreríamos em mais duas horas se ninguém tivesse conseguido desligar o gerador”, finalizou.

Após o incidente, Werdum garantiu que toda sua equipe passa bem e usará o episódio para ganhar força na disputa de cinturão contra Cain Velasquez, na luta principal do UFC 180, no show que marca o debute no Ultimate em território mexicano.

“O que não te mata, te deixa mais forte. Isso me deixou mais forte (risos). Estamos bem agora. Foi um susto enorme, nós quase morremos. Imagina a manchete: ‘Werdum muda seu camp para o México e morre com o time inteiro’. Nós estávamos procurando um pouco de ar fresco e quase morremos de envenenamento por monóxido de carbono (risos)”, brincou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments