‘Cyborg deveria ser acusada por tentativa de homicídio’, critica Ronda Rousey

Campeã do UFC voltou a disparar contra a lutadora brasileira, a quem acusa de tomar substâncias proibidas para lutar

Rousey (foto) é a campeã da categoria galo feminina do UFC. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Rousey (foto) é a campeã da categoria galo feminina do UFC. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

A campeã dos galos do UFC, Ronda Rousey, voltou a fazer críticas pesadas contra a brasileira Cris Cyborg, a quem já acusou diversas vezes de fazer uso de substâncias proibidas, sobretudo esteroides, em suas lutas.

Desta vez, a norte-americana disse que, se dependesse dela, a brasileira deveria responder na justiça por supostamente se aproveitar de uma vantagem ilegal em seus combates. “Se uma luta com Cyborg acontecer ou não, tanto faz. Eu lutaria, eu a venceria, mas eu acho que aquela garota deveria ser acusada por tentativa de homicídio. Entrar no octógono com substâncias dopantes é equivalente a entrar lá com uma arma”, disparou Rousey, em entrevista ao podcast “The MMA Hour”.

Apesar de aceitar enfrentar Cyborg no futuro, a campeã do UFC acredita que a rival sequer merece protagonizar uma luta de destaque. “Se colocarem-na na minha frente, eu vou despachá-la. Mas se eu acho que ela merece estar lá? Não”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments