Processo contra Johnson é retirado e lutador está liberado para voltar a lutar

Norte-americano, terceiro colocado no ranking dos meio-pesados, deverá voltar à ativa no início de 2015

Johnson (foto) não está mais suspenso pelo UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

Johnson (foto) não está mais suspenso pelo UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

Anthony Johnson, terceiro colocado no ranking oficial dos meio-pesados do UFC, está liberado para voltar a lutar. O norte-americano, que estava afastado temporariamente pela organização devido a um caso de agressão doméstica, viu o processo ser retirado, o que resultou em seu retorno imediato ao Ultimate.

Segundo informações divulgadas pelo UFC, a iniciativa pela retirada do processo partiu da própria pessoa que havia acusado o lutador no início do caso. “A pessoa que entrou com a ordem contra Anthony Johnson em setembro retirou a queixa de forma voluntária na semana passada na corte da Flórida. Antes de retirar o caso, o juiz questionou essa pessoa sobre suas intenções e, portanto, decidiu por retirar o processo inteiro”, explicou a organização em comunicado.

“A retirada do caso, junto à investigação independente realizada pelo UFC, traz o fechamento deste assunto para Johnson e o permite voltar ao UFC. Assim, os executivos do UFC estão explorando as opções para que a próxima luta de Johnson aconteça no começo do ano que vem”, continuou.

Antes do afastamento do lutador, o presidente do UFC, Dana White, havia revelado que casaria um combate entre Johnson e Alexander Gustafsson. Até o momento, o sueco não tem sua próxima luta agendada, já que Rashad Evans, que era um potencial adversário, pretende ficar mais alguns meses afastado enquanto se recupera de lesão.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments