Monstro atropela em 31 segundos e Thomas Almeida mantem invencibilidade no UFC Uberlândia

No card preliminar, Caio Monstro emplacou o segundo triunfo consecutivo em menos de um minuto, enquanto Thomas promete fazer barulho nos galos

T. Almeida fez a melhor luta do card preliminar no UFC Uberlândia. Foto: Inovafoto

T. Almeida fez a melhor luta do card preliminar no UFC Uberlândia. Foto: Inovafoto

O cearense Caio Monstro e o paulista Thomas Almeida roubaram a cena no card preliminar do UFC Fight Night 56, evento realizado na noite deste sábado (08), em Uberlândia, interior de Minas Gerais. Monstro precisou de apenas 31 segundos para nocautear Trevor Smith, enquanto Thomas comprovou que pode fazer barulho na divisão galos, manteve sua invencibilidade e derrotou Tim Gorman.

Monstro atropela rival em 31 segundos

Caio Monstro comprovou mais uma vez que está em plena evolução no esporte e que os treinos com feras como Júnior Cigano e Glover Teixeira estão sendo bastante produtivos. Diante do norte-americano Trevor Smith, o atleta cearense precisou de apenas 31 segundos para chegar ao nocaute.

Assim que a luta começou, Caio encurtou a distância e já começou o castigo com boas combinações de golpes. Smith se encolheu, tentou se defender, mas foi pego com uma potente joelhada. O norte-americano caiu e o brasileiro foi para cima e conectou vários golpes por cima até chegar a vitória

Esta é a segunda luta consecutiva que Caio consegue o triunfo em menos de um minuto. No UFC on FOX 11, em abril, ele precisou de 44 segundos para bater Luke Zachrich.

Thomas Almeida estreia bem no UFC

O peso galo Thomas Almeida mostrou que pode fazer barulho no UFC. Invicto no MMA, ele mostrou sua técnica na luta em pé para travar uma grande batalha contra Tim Gorman. O norte-americano começou a luta com tudo, encurtou a distância, conectou socos e conseguiu grampear as pernas do brasileiro. Mesmo no chão, Thomas se levantou rápido, mas acabou cedendo as costas.  O atleta da Chute Boxe de São Paulo defendeu o estrangulamento e conseguiu se livrar da ‘mochilada’.

De volta a trocação, Thomas deu show. Ele combinou golpes de mão com potentes joelhadas e tomou o controle da peleja. Ele esteve perto de encerrar a luta no final da primeira parcial. Mas Gorman conseguiu sobreviver.

Thomas voltou a ser superior no segundo round. O brasileiro repetiu o jogo de socos, joelhadas plásticas. Por sua vez, Gorman respondia em constantes investidas com jabs bem colocados.

No terceiro assalto, Tim Gorman tentou repetir a tática do início da luta e foi com tudo para cima. Porém, Almeida saiu do raio de ação e voltou a controlar a luta. Ele manteve um ímpeto na trocação com bons momentos e chegando em algumas oportunidades perto do nocaute. Ao final de 15 minutos, vitória de Thomas Almeida na decisão unânime dos juízes (30,×27, 30×27, 29×28).

Buscapé vence duelo de desesperados contra Brenneman

Com duas derrotas em duas passagens pelo UFC, Leandro Buscapé entrou no octógono pressionado pela vitória. No duelo desesperados contra Charlie Brenneman, que vinha de dois reveses  em série, o brasileiro conseguiu a finalização e sobreviver no evento.

Brenneman começou a luta e logo tentou a queda e levou a disputa para o solo. Com uma potente cotovelada na testa, o norte-americano fez um enorme galo na testa do brasileiro. Mas Leandro mostrou muita valentia, se recuperou, saiu da posição de desvantagem.

Depois de conseguir uma queda, Buscapé rapidamente chegou as costas, encaixou o mata-leão e forçou o rival a desistir da luta.

Wagnão perde e se complica

O primeiro mineiro a subir no octógono saiu derrotado dentro de casa. O participante do TUF Brasil 3, Wagnão Gomes não conseguiu escapar do jogo de clinch e quedas de Colby Covington. O norte-americano dominou a disputa nas primeiras parciais até finalizar com um mata-leão no terceiro round.

A derrota marcou o segundo revés de Wagnão no UFC, que corre risco de demissão da organização.

 Confira abaixo os resultados do UFC Fight Night 56, em Uberlândia:

CARD PRINCIPAL

Peso meio-pesado (até 93 kg): Maurício Shogun x Ovince St. Preux;

Peso meio-médio (até 77,1 kg): Warlley Alves x Alan Jouban;

Peso meio-médio (até 77,1 kg): Cláudio Hannibal x Leon Edwards;

Peso palha (até 52 kg): Juliana Lima derrotou Nina Ansaroff na decisão unânime dos juízes;.

Peso meio-médio (até 77,1 kg): Dhiego Lima derrotou Jorge Blade na decisão unânime dos juízes;

CARD PRELIMINAR

Peso pena (até 66 kg): Diego Rivas derrotou Rodolfo Rubio na decisão unânime dos juízes;

Peso médio (até 84 kg): Caio Monstro derrotou Trevor Smith por nocaute no R1;

Peso leve (até 70,3 kg): Leandro Buscapé finalizou Charlie Brenneman com um mata-leão no R1;

Peso galo (até 61,2 kg): Thomas Almeida derrotou Tim Gorman na decisão unânime dos juízes;

Peso meio-médio (até 77,1 kg):  Colby Covington finalizou Wagnão Silva com um mata-leão no R3;

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments