Jon Jones diz que será o maior de todos os tempos se vencer Cormier e Gustafsson

Norte-americano disse que além de se provar, busca convencer as pessoas que duvidam de sua capacidade e potencial

J. Jones participou da grande coletiva do UFC em Las Vegas nesta segunda (18). Foto: Reprodução

J. Jones participou da grande coletiva do UFC em Las Vegas nesta segunda (18). Foto: Reprodução

Em qualquer esporte, as discussões sobre quem é o maior atleta de todos os tempos costumam dominar os debates entre fãs e até mesmo jornalistas e especialistas. No MMA, é comum que as discussões envolvam nomes como Fedor Emelianenko, Anderson Silva e Georges St. Pierre. Ma se depender de Jon Jones esta polêmica terá fim em breve. Isso porque o campeão dos meio-pesados do UFC disse que se vencer sua próxima luta contra Daniel Cormier e uma hipotética revanche contra Alexander Gustafsson será indiscutivelmente o maior lutador da história.

“Sobre eu ser o melhor de todos os tempos, acho que, se eu bater Gustafsson e Cormier como você discorda disso? O argumento acaba ali. Neste momento, acredito que tenho o melhor currículo na história do esporte, acho que ninguém bateu em tantos campeões, mas depois disso, bater em DC e Gustafsson, não importa qual seja seu favorito, não se pode negar que terei o melhor currículo do esporte. (Lutaria com o Gustafsson) Só para deixar todas as dúvidas para trás. Talvez um daqueles caras que digam: ‘Talvez eu não goste de Jon Jones, mas ele ganhou a luta’. Quando eu ganhar de Gustafsson uma segunda vez, será: ‘Você gosta de mim ou não, não importa, você viu o que viu, eu ganhei claramente’. No momento, eu não ganhei claramente para algumas pessoas. Considero uma vitória, mas algumas pessoas não consideram. Eu venço Gustafsson e DC e tudo será: ‘Este cara ganhou dos caras mais duros dos últimos 10 anos, ganhou de todos. Como você pode discordar que ele é o melhor peso por peso?’. Este é meu objetivo. Não estou dizendo isso de um ponto de vista arrogante, mas porque, droga, é isso que as pessoas deviam querer ser: o melhor”, afirmou Jones, em bate-papo com a imprensa após coletiva de imprensa em Las Vegas (EUA) reproduzido pelo site do canal “Combate”.

Atualmente, Jones está muito próximo de cumprir metade das metas que estabeleceu para se tornar o maior lutador de todos os tempos. No dia 3 de janeiro de 2015, em Las Vegas (EUA), o campeão dos meio-pesados põe seu cinturão em jogo contra o desafiante invicto Daniel Cormier. O duelo é a luta principal do UFC 182. Três semanas depois, o outro alvo de Jones entra no octógono e pode carimbar o passaporte para uma revanche entre eles. No dia 24 de janeiro, em Estocolmo (Suécia), Alexander Gustafsson encara Anthony Johnson na luta principal do UFC on FOX 14. Caso o sueco vença e o campeão também, os dois têm tudo para reeditar a “Luta do ano de 2013”, vencida por Jones por decisão dos jurados.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments