Cris Cyborg adia mudança para categoria de Ronda Rousey e permanece nos penas

Brasileira quer voltar a lutar o quanto antes e pretende defender seu cinturão no Invicta a partir de fevereiro

Cyborg (foto) é a atual campeã peso pena do Invicta FC. Foto: Divulgação. Foto:  Esther Lin / STRIKEFORCE

Cyborg (foto) é a atual campeã peso pena do Invicta FC. Foto: Divulgação. Foto: Esther Lin / STRIKEFORCE

A aguardada estreia de Cris Cyborg na divisão dos galos, a mesma em que atua Ronda Rousey, não acontecera tão já. A brasileira confirmou que seu próximo combate no evento Invicta, ainda sem data definida, deverá na categoria dos penas, na qual a ela é a atual campeã.

Veja Também

Sem receio, Anderson Silva chuta forte durante treino com perna que fraturou
Anthony Pettis classifica fratura de Anderson Silva como ‘erro amador’
Em simulação no videogame, UFC 181 tem disputas de cinturão acirradas. Assista!

Cyborg estrearia entre os galos (até 61 kg) no próximo fim de semana, mas foi retirada de seu combate após sofrer uma lesão no tornozelo. Justamente por voltar de um período de inatividade, a brasileira adiou a mudança e deverá permanecer nos penas (até 66 kg), já que não pretende cortar peso enquanto se recupera de contusão.

“Eu não luto já faz um longo tempo. Com essa lesão, acredito que a melhor opção será permanecer na minha categoria. Não consigo esperar mais, eu preciso lutar. Sou a campeã dos penas e o Invicta precisa que eu defenda meu cinturão”, explicou a brasileira, em entrevista ao site norte-americano “MMA Fighting”.

Inativa no MMA desde julho do ano passado, Cyborg acredita que estará apta a lutar logo no início do ano que vem. “Acredito que eu esteja pronta para lutar em fevereiro. Estou voltando aos poucos aos treinos, então eu não vou me machucar de novo”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments