Anthony Pettis classifica fratura de Anderson Silva como ‘erro amador’

Campeão dos leves também disse que não vê motivos para o Spider ou qualquer outro lutador evitarem chutar devido ao ocorrido

Fratura de Anderson (dir.) foi uma das cenas mais fortes e marcantes de 2013. Foto: Josh Hedges/UFC

Fratura de Anderson (dir.) foi uma das cenas mais fortes e marcantes de 2013. Foto: Josh Hedges/UFC

A grave lesão que deixou Anderson Silva parado ao longo de 2014 já está quase completando um ano, mas segue sendo tema recorrente no mundo do MMA. Nesta terça-feira (02), foi a vez do campeão dos leves do UFC Anthony Pettis comentar o incidente que culminou com a fratura da perna esquerda do Spider. Faixa preta de taekwondo e especialista em muay thai, Pettis analisou o chute aplicado pelo Spider antes da contusão e, sem fugir da polêmica, classificou o golpe como um “erro amador”.

Veja Também

UFC fecha exclusividade com marca de material esportivo e lutadores agora terão uniformes
Lutador tenta imitar Anthony Pettis, mas passa vergonha no MMA amador. Assista!
Presidente do Bellator expressa desejo em contratar Brock Lesnar
Wanderlei Silva apela a tribunal para rever banimento eterno do MMA

“Foi um tipo de erro amador. Ele chutou um ‘check’ (movimento defensivo com o joelho para aparar um golpe) e isso é basicamente um movimento de kickboxing. Quero dizer, ele provavelmente já fez isso outras milhões de vezes na vida e foi só a hora errada de fazer isso. O ângulo errado e a pressão errada…”, disse Pettis, em entrevista à rádio “NYC’s Hot 97”.

Apesar do ocorrido com o Spider, Pettis também não acredita que o brasileiro ou outros lutadores devam evitar novos golpes futuramente, e traçou um paralelo com outros esportes para justificar seu ponto de vista. “Eu acho que aquilo pareceu muito feio. Foi bastante desagradável, mas é o mesmo que dizer no basquete, quando alguém torce ou fratura o tornozelo: ‘Você não pode mais enterrar dessa forma, porque ele já se machucou dessa forma’. Isso não é sequer um fator”, analisou.

Aos 27 anos, Anthony Pettis tem um cartel profissional de 17 vitórias e duas derrotas. Campeão dos leves desde agosto do ano passado, Pettis defende seu cinturão pela primeira vez no próximo sábado (06), quando enfrenta o desafiante Gilbert Melendez. Já Anderson Silva, de 39 anos, tem um retrospecto de 33 vitórias e seis derrotas. O Spider volta ao octógono após fratura na perna esquerda no próximo dia 31 de janeiro, contra Nick Diaz, na luta principal do UFC 183.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments