José Aldo abre as portas para luta contra McGregor na Irlanda: ‘Pagando bem, que mal tem?’

Brasileiro também falou sobre TJ Dillashaw, que recentemente o desafiou, e disse que adoraria enfrentá-lo

J. Aldo durante sessão de perguntas e respostas em Barueri. Foto: Lucas Carrano/SUPER LUTAS

J. Aldo durante sessão de perguntas e respostas em Barueri. Foto: Lucas Carrano/SUPER LUTAS

Não prática comum do UFC permitir que os desafiantes lutem pelo cinturão em casa. Porém, Conor McGregor não é um lutador comum. Apontado como um dos favoritos para ser o próximo adversário do campeão dos penas José Aldo, o irlandês tem sido alvo frequente de especulações sobre uma luta entre ele e o brasileiro em um estádio de futebol em Dublin. Apesar da desvantagem de local, a ideia não desagradou Aldo, que deixou a porta aberta para a possibilidade desde que receba um bom dinheiro para isso.

Veja Também

GALERIA: Confira os melhores cliques da pesagem oficial do UFC Barueri
Lyoto e Dollaway batem o peso e fazem encarada tensa para o UFC Barueri
Com presença de Cruz, Mutante e ring girls, UFC realiza sessão de autógrafos em Barueri
Adversário de Barão esbanja confiança para UFC Barueri: ‘Tenho a receita para o sucesso’

“Eu não me importaria de lutar com o Conor McGregor na Irlanda. Pagando bem, que mal tem? A promoção dele é boa, se ele não falasse tanto não estaria onde está. Mas tudo bem. Eu estou torcenso para ele contra o Siver, porque se ele ganhar eu saio ganhando também. Se eu puder puxar a luta pro Brasil, eu o farei, mas na Irlanda também não tem problema, tudo depende da negociação”, disse o detentor do cinturão até 66 kg, durante sessão de perguntas e respostas nesta sexta-feira (19), em Barueri (SP).

Além de Conor McGregor, Aldo também falou sobre outro potencial rival, ou pelo menos um que declarou recentemente ter interesse de enfrentá-lo: TJ Dillashaw. “Eu adoraria bater no TJ Dillashaw. Ele está tentando se promover me.desafiando, porque sabe que pode enfrentar o Faber, que é um companheiro de equipe. Mas eu gostaria muito de lutar e bater nele”, disse o manauara, que é companheiro de treinos de Renan Barão, derrotado por TJ em maio deste ano.

Aos 28 anos, José Aldo tem um cartel profissional de 25 vitórias e apenas uma derrota. Único campeão dos penas até hoje na história do UFC, Aldo tem sete defesas de cinturão consecutivas no maior evento de MMA do planeta e vem de vitória sobre Chad Mendes no UFC Rio 5. Embora se especule que seu próximo adversário será Conor McGregor, ainda não há a confirmação do duelo.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments