No clima de trilogia, relembre como foram as duas lutas de Anderson Silva e Chael Sonnen no UFC

SUPER LUTAS ‘aquece os motores’ e revive clima de animosidade protagonizado entre estrelas do MMA nos anos 2010

Anderson Silva finaliza Chael Sonnen em primeira luta no UFC. Foto: Divulgação/UFC

Estamos a um dia do reencontro de Anderson Silva e Chael Sonnen. Dez anos depois da última luta, as antigas estrelas do UFC voltam a medir forças. Desta vez, os veteranos medem forças no boxe no Spaten Fight Music, que acontece neste sábado (15), em São Paulo (SP).

Os que acompanharam o clima amistoso entre ‘Spider’ e o ‘bad boy’ norte-americano nos últimos dias terão a oportunidade de relembrar a animosidade entre as estrelas nos anos 2000. Assim, a equipe do SUPER LUTAS relembra como foram as duas primeiras lutas entre os atletas, que protagonizaram uma das maiores rivalidades na história do MMA.

PUBLICIDADE:

Anderson Silva x Chael Sonnen: o primeiro encontro

Anderson Silva finaliza Chael Sonnen no UFC 117. Foto: Reprodução/Twitter @UFC_Brasil

Em 2010, Anderson Silva era ‘o cara’ do UFC. Com áurea de imbatível e já com status de lenda do MMA, o brasileiro dominava absoluto o peso médio (até 83,9kg.) da organização.

PUBLICIDADE:

Com cinco defesas de cinturão à época, o fenômeno tupiniquim dava sinais de que nunca poderia ser superado. Apesar da trajetória sólida e ampla supremacia, ‘Spider’ incomodou a diretoria da companhia na vitória morna em confronto polêmico diante de Demian Maia.

Na ocasião, a falta de combatividade imposta pelo brasileiro foi tratada como desrespeito pela organização e, na sequência, o presidente da companhia, Dana White, prometeu encontrar um adversário que levasse o campeão ao seu limite. O escolhido foi Chael Sonnen.

PUBLICIDADE:

Trazido do extinto WEC, Sonnen conseguiu suprir a limitação técnica apresentando aos fãs do esporte uma maneira diferente de promover as lutas. Afiado com as palavras, o norte-americano elevava o nível de provocação e fazia de suas entrevistas um show à parte.

Para enfrentar Anderson, o ‘Gangster Americano’ acumulou três vitórias consecutivas e, assim que foi confirmado como desafiante ao título, deu início ao que viria ser um verdadeiro pesadelo para o astro da categoria. Chael não economizava nas provocações e claramente incomodava Anderson em suas alfinetava.

No entanto, o foco e visível talento superior do brasileiro entregava ares de que o compromisso contra o norte-americano seria apenas mais uma vitória simples na carreira do lutador. No fatídico UFC 117, porém, Sonnen provou o contrário.

PUBLICIDADE:

A estratégia de aplicar quedas e castigar no ground and pound surpreendeu o paulista logo no início do combate. Vítima do plano traçado pelo oponente, Silva não conseguia impor seu ritmo e era presa fácil do adversário.

Conforme os rounds passavam e a superioridade de Sonnen era comprovada, os fãs de Anderson sofriam com o que era apresentado pelo ídolo. Por quase cinco rounds, o massacre era total e a primeira derrota de Anderson parecia iminente.

O último round, por sua vez, comprovou a genialidade na lenda. Com a vitória nas mãos, Chael se descuidou e acabou sendo surpreendido com um triângulo aplicado pelo brasileiro. Sem reação, restou ao norte-americano bater em desistência restando dois minutos para o fim do confronto.

Ali, Silva ampliava seu legado e encerrava aquele que, anos depois, confirmou ser seu maior desafio da carreira.

Anderson Silva x Chael Sonnen: a revanche

Anderson Silva venceu Chael Sonnen em duas oportunidades no UFC. Foto: Reprodução/UFC

Anderson Silva venceu Chael Sonnen em duas oportunidades no UFC. Foto: Reprodução/UFC

 

A performance avassaladora que deixou Sonnen perto de chocar o mundo em 2010 acabou tendo um asterisco. Na sequência da grande apresentação, o ‘bad boy’ foi flagrado em exame antidoping, o que frustrou uma revanche imediata aos lutadores.

Para reencontrar Anderson no octógono, Chael precisou superar dois adversários, sendo um deles Michael Bisping, que, anos depois, viria a conquistar o título da categoria. Em 2012, porém, a confirmação: Silva e Sonnen voltariam a dividir o octógono.

Desde a primeira luta contra o ‘Gangster Americano’, ‘Spider’ também havia vencido dois compromissos. Um dos triunfos marcou época, quando o paulista brutalizou Vitor Belfort com o chute eternizado na história do MMA.

No segundo embate, diferente do drama de dois anos atrás, Silva conseguiu tranquilizar seus admiradores. Desta vez, o brasileiro não deu margens para sustos e superou o oponente com nocaute ainda no segundo round em apresentação de gala.

O fim da rivalidade

Anderson (esq.) e Sonnen (dir.) se enfrentaram por duas vezes. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Os anos passaram e os lutadores declararam publicamente a admiração mútua. De um lado, ‘Spider’, de 49 anos, revela que o norte-americano o tornou um atleta melhor.

Do outro, Chael, 47, não esconde a gratidão pelo brasileiro. Sem rodeios, o ‘bad boy’ admite que apenas teve a notoriedade conquistada em função da presença da estrela do MMA.

Nos últimos dias, em entrevistas concedidas para promover o Spaten Fight Music, ambos se trataram como amigos. Os fãs, então, aguarda para saber se o clima amistoso terá pausa para o desafio de boxe deste fim de semana.

Ficha técnica do Spaten Fight Night

Data: 15 de junho de 2024

Horário: A partir de 22h (horário de Brasília)

Local: Komplexo Tempo, São Paulo, Brasil

Como assistir: SUPER LUTAS AO VIVO em tempo real, UFC Fight Pass (todo o card) pela internet.

Anderson Silva x Chael Sonnen (boxe)

Herbert Conceição x Esquiva Falcão (boxe)

Kalyl Silva x Paulo Roberto (boxe)

Bia Mesquita x Jojo Ramos (MMA)

Poatan tem reação surpreendente e rebate Jake Paul sobre luta de boxe

Leia Mais sobre: , , , , ,


Resultados do UFC Denver Resultados do UFC 303 Resultados do UFC Arábia Saudita Resultados do UFC Las Vegas 93 Resultados do UFC Louisville