George St. Pierre revela ter recusado superluta contra Anderson Silva | SUPER LUTAS

George St. Pierre revela ter recusado superluta contra Anderson Silva

Segundo canadense, antes do polêmico doping do Spider, Dana White lhe ofereceu o combate em Montreal

GSP (foto) recebeu oferta de Dana White para superluta contra o Spider. Foto: Josh Hedges/UFC

GSP (foto) recebeu oferta de Dana White para superluta contra o Spider. Foto: Josh Hedges/UFC

Uma das maiores lutas de todos os tempos do MMA esteve mais próxima de acontecer do que se imagina. Antes de toda a polêmica envolvendo o caso de doping de Anderson Silva, uma superluta contra o brasileiro chegou a ser oferecida pelo presidente do UFC Dana White ao ex-campeão dos meio-médios Georges St. Pierre. A revelação foi feita pelo próprio canadense.

Veja Também

“Dana White me mandou uma mensagem para ver se eu estaria interessado em enfrentar Anderson Silva em Montreal (no UFC 186), antes de tudo isso (o caso de doping do Spider) acontecer. Eu disse não. Então, tudo aconteceu, e foi muito feio. Uma luta contra Anderson não me interessaria, mas Ed Soares (empresário do brasileiro) disse algo à imprensa e fez com que as pessoas especulassem isso. Eu nunca digo nunca, mas este não é o momento. Não estou interessado agora, pois estou focado em outras coisas. Dei um tempo e estou muito feliz agora”, disse GSP, em entrevista ao podcast “The MMA Hour”.

Além disso, St. Pierre também falou sobe a possibilidade de voltar ao MMA. O canadense não negou que sinta vontade de retornar ao octógono, mas salientou que só tomaria tal decisão quando acontecerem mudanças na política antidoping. “Estou ocupado com outros projetos agora, mas não vou mentir que sinto a necessidade de voltar. Quando assisto às grandes lutas no UFC, eu sinto mais vontade de voltar. Mas eu tirei um tempo de competir porque estava exausto de tanta pressão e expectativas. Precisava manter minha estabilidade mental. Agora, já consigo fazer alguns movimentos após a cirurgia no joelho. Não estou dizendo que vou voltar a lutar, mas não estou interessado em competir novamente se o esporte não estiver limpo. Esta é uma das grandes preocupações que eu tenho”, concluiu.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments