AO VIVO

Siga o UFC Vegas com José Aldo na luta principal. AO VIVO!

Roan Jucão ‘apaga’ Mark Muñoz no card preliminar do UFC 184

Atleta da American Top Team dedicou o triunfo ao amigo Antônio Pezão; confira as lutas dos brasileiros e os resultados do card

Jucão (foto) foi um dos dois brasileiros a vencer no card preliminar do UFC 184. Foto: Reprodução/Twitter

Jucão (foto) foi um dos dois brasileiros a vencer no card preliminar do UFC 184. Foto: Reprodução/Twitter

Roan Jucão passou sete anos fora do Ultimate, mas voltou ao maior evento do MMA mundial em grande estilo. Jucão precisou apenas de 1m40s para finalizar Mark Muñoz, atual 13º colocado no ranking de pesos médios, com uma mata-leão que colocou o norte-americano de ascendência filipina para dormir no octógono.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Mal começou a luta e Jucão, que tinha uma nítida desvantagem física, especialmente após Muñoz não ter batido o peso, levou o combate para o chão. No solo, o brasileiro trabalhou bem a posição, conseguiu pegar as costas do rival e encaixou um justíssimo mata-leão. Mesmo com a finalização encaixada e Muñoz apagado, o árbitro do combate demorou bastante para paralisar o duelo e teve que ser avisado pelo próprio Roan da condição do adversário antes de intervir.

Após o triunfo, Jucão agradeceu à sua equipe, a American Top Team, e dedicou o triunfo ao amigo Antônio Pezão, derrotado por Frank Mir em Porto Alegre (RS) no último fim de semana. “Eu estou de volta. Obrigado à família do UFC pela oportunidade de estar de volta. Agradeço também a toda a equipe da American Top Team. Pezão, essa vitória foi para você!”, disse ao comentarista Joe Rogan.

PUBLICIDADE:

D. Lima perde e T. Means se firma como ‘Algoz de brasileiros’

O norte-americano Tim Means já pode ser considerado um verdadeiro “algoz de brasileiros”. Em Los Angeles (EUA), Means bateu Dhiego Lima em apenas 2m17s e ampliou sua série para três triunfos consecutivos sobre lutadores tupiniquins.

PUBLICIDADE:

O combate entre Means e Lima já começou a todo vapor, com os atletas na trocação franca. Logo, porém, o brasileiro sentiu os duros golpes diretos do norte-americana e apenas resistiu o quanto pode ai castigo antes da interrupção do árbitro Herb Dean.

PUBLICIDADE:

Agora, Dhiego Lima, que participou da 19ª temporada do The Ultimate Fighter, tem uma vitória e duas derrotas no Ultimate. Em sua carreira, o irmão do campeão meio-médio do Bellator Douglas Lima possui um retrospecto de dez vitórias e três derrotas.

Bidu abre participação brasileira com vitória por decisão dividida

Em um combate com poucos momentos marcantes e praticamente nenhum golpe contundente, Valmir Bidu conseguiu sua primeira vitória no Ultimate. O atleta da Nova União superou o norte-americano James Krause por decisão dividida.

No início do primeiro assalto, Bidu conseguiu boas combinações, conectando bons golpes no rosto de Krause, mas passou a metade da parcial sob pressão do forte jogo de clinch do norte-americano. No segundo round, Krause equilibrou a trocação e conseguiu acertar o brasileiro, que demorou para encontrar novamente o tempo de seus jabs.

No último e decisivo round, tanto Valmir quanto Krause deram mostras de cansaço e apostaram somente no jogo em pé, o que favoreceu o brasileiro. Ao término dos três assaltos, Valmir Bidu foi declarado vencedor em decisão dividida dos jurados (29-28, 28-29 e 29-28).

Confira abaixo os resultados do card preliminar UFC 184:

CARD PRELIMINAR

Roan Jucão finalizou Mark Muñoz com um mata-leão no R1;

Devido a um dedo no olho sem intenção, a luta entre Kid Yamamoto e Roman Salazar foi declarada sem resultado (no contest);

Tim Means venceu Dhiego Lima por TKO no R1;

Derrick Lewis venceu Ruan Potts por TKO no R2;

Valmir Bidu venceu James Krause por decisão dividida dos juízes;

Masio Fullen venceu Alexander Torres por decisão dividida dos juízes;

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?

Comentários

Deixe um comentário