Weidman arrisca dublagem e manda ‘beijinho no ombro’ para críticos do Brasil

Ao som da música "Rollercoaster", campeão dos médios mandou recado para os "haters"

C. Weidman mandou recado para seus "não-fãs" brasileiros. Foto: Josh Hedges/UFC

C. Weidman mandou recado para seus “não-fãs” brasileiros. Foto: Josh Hedges/UFC

Na linguagem da internet, pessoas que insistem em publicações de ódio ou crítica sem muito critério contra personalidades ou outros usuários são classificadas como haters (palavra de origem inglesa que significa “aquele que odeia”). Algoz de três brasileiros no octógono e na mira de seu quarto adversário tupiniquim, Vitor Belfort, o campeão dos médios Chris Weidman pode ser considerado o “Inimigo número um” dos fãs do Brasil e por isso resolveu deixar uma mensagem bem humorada, mas provocativa, para os torcedores do país.

Veja Também

Em tom de despedida, Anderson Silva posta mensagem enigmática e deixa ‘adeus’ no ar
Com Anderson Silva na estreia, TUF Brasil 4 classifica primeiros atletas para a casa
TUF Brasil 4 estreia com boa audiência, mas perde público e termina abaixo da média
Manny Pacquiao treina com ex-UFC para luta contra Floyd Mayweather

Para seu recado, Weidman arriscou uma dublagem da canção “Rollercoaster”, de Noelle Bean, cuja mensagem é bastante semelhante à da funkeira Valesca Popozuda em “Beijinho no Ombro”. “Não, eu não vou a lugar nenhum. Então aqui vai um beijo. Um beijo para todos os meus haters“, diz o trecho da música reproduzido pelo norte-americano no seu Twitter.

Imediatamente, a mensagem de Weidman chegou aos destinatários e fãs do Brasil começaram a responder o campeão. Enquanto alguns poucos elogiaram a criatividade do lutador, a maioria preferiu rebatê-lo com xingamentos e ameaças envolvendo sua luta contra Vitor Belfort, válida pelo cinturão dos médios, no dia 23 de maio.

Aos 30 anos, Chris Weidman tem um cartel profissional perfeito de 12 vitórias em 12 lutas. Em sua carreira, Weidman já venceu quatro brasileiros, Valdir Araújo, Demian Maia, Anderson Silva (duas vezes) e Lyoto Machida, sendo que os três últimos foram em lutas no UFC. Além do duelo marcado contra Vitor Belfort, Weidman segue também na mira de Ronaldo Jacaré, apontado por muitos como um dos favoritos a uma disputa de cinturão nos médios em breve.

Assista abaixo ao vídeo divulgado por Weidman:

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments