Weidman: ‘Vou me aposentar invicto e arrasar completamente minha categoria’

Norte-americano também falou sobre a luta contra Vitor Belfort e garantiu que "vai ser demais para ele"

Weidman (foto) é campeão dos médios desde 2013. Foto: Josh Hedges/UFC

Weidman (foto) é campeão dos médios desde 2013. Foto: Josh Hedges/UFC

Chris Weidman é atualmente, ao lado de Ronda Rousey e Joanna Jedrzejczyk, um dos três campeões do UFC que não sabem o que é derrota no MMA. E, se depender do norte-americano, este cenário vai permanecer até o momento em que ele pendurar as luvas. Prestes a por seu título em jogo contra o brasileiro Vitor Belfort, no UFC 187, neste sábado (23), Weidman revelou planos ambiciosos, que incluem “limpar” a categoria de médios e fazer algumas superlutas.

Veja Também

Assista a pesagem oficial do UFC 187, com Vitor Belfort e Chris Weidman. Ao vivo!
Mesmo sem TRT, Belfort apresenta níveis de testosterona maiores que Weidman
Com corte de cabelo estilizado, Belfort tem encarada tensa com Weidman

“Meu sonho por muito tempo era não só conquistar o cinturão, mas tirá-lo de Anderson Silva e vencê-lo duas vezes. Esse sonho terminou e deu origem a um novo sonho: me tornar o melhor de todos os tempos. Eu vou me aposentar invicto e arrasar completamente todo mundo na minha categoria. Talvez uma ou outra superluta”, disse o norte-americano, em entrevista concedida no Media Day do UFC 187.

Deixando os planos futuros de lado, Weidman também falou sobre Vitor Belfort, seu adversário neste sábado. “Tudo o que sei é que essa é minha hora. Trabalho muito duro todos os dias para ser o melhor do mundo, para estar onde estou. Acho que ele teve sua época, e agora é a minha vez. Acho que vou ser demais para ele. Quero enfrentar os melhores que estão aí, quero enfrentar gente que as pessoas achem que eu não posso derrotar. Qualquer um desses, estou disposto a lutar”, concluiu.

Aos 30 anos, Chris Weidman possui 12 vitórias em 12 lutas como profissional. Desde que conquistou o cinturão dos médios, contra Anderson Silva, em 2013, Weidman enfrentou somente atletas brasileiro. Além da revanche contra o Spider, o norte-americano também venceu Lyoto Machida em julho do ano passado. Agora, o rival do “All American” será o carioca Vitor Belfort, na luta co-principal do UFC 187.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments